AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Fumadores têm mais dificuldade em arranjar trabalho

É o que diz um estudo da Universidade de Standford.   

Fumadores têm mais dificuldade em arranjar trabalho
E ainda ganham menos.

Enriqueça o seu CV e aumente as hipóteses de ser contratadoOs fumadores não só têm mais dificuldade em encontrar emprego, como ainda ganham menos do que os não fumadores.

As conclusões são de um estudo realizado pela Universidade Stanford, na Califórnia, que revela que os desempregados que não fumam têm mais 30% de probabilidades de conseguir um novo emprego do que aqueles que fumam.

O estudo, liderado por Judith Prochaska, foi divulgado recentemente na Jama Internal Medicine e incluiu 131 fumadores desempregados e 120 não fumadores desempregados. Durante 12 meses, os investigadores analisaram as propostas de emprego e os contratos celebrados pelos participantes e as conclusões foram claras: “Descobrimos que os fumadores têm mais dificuldade em encontrar emprego que os não fumadores”, disse Judith Prochaska. As conclusões dizem que apenas 27% dos participantes fumadores encontraram emprego. Já entre os não fumadores as percentagens são mais elevadas. No total, 56% dos não fumadores conseguiram um novo emprego.

Diferença salarial

Mais. O estudo aponta ainda para uma diferença salarial, sendo que os fumadores ganham cerca de menos cinco dólares (um pouco mais de quatro euros) por hora do que os que não fumam.  

Judith Prochaska diz ainda que os malefícios do tabaco são bem conhecidos, mas este estudo oferece uma perspetiva das implicações financeiros que o tabaco pode ter não só nos níveis de empregabilidade, mas também a nível salarial (uma vez que implica salários mais baixos).

Numa segunda fase (já a decorrer), os investigadores pretendem estudar formas de ajudar os profissionais em busca de emprego a deixar de fumar. A equipa de investigadores espera contar com um total de 360 fumadores no estudo. 
Faça mais pelo seu Curriculum e concorra ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: