Governo promete alívio no IRS em 2015

O Governo anunciou que vai haver um alívio do IRS para as famílias portuguesas em 2015, mas a oposição teima em não acreditar nas promossas do Executivo de Passos Coelho.

Governo promete alívio no IRS em 2015
Oposição não acredita.

É difícil acreditar em medidas positivas vindas do terreno dos impostos, mas o Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais anunciou que no próximo ano as famílias portuguesas vão ficar mais aliviadas em relação ao IRS. As causas deste alívio residem no facto das tabelas de retenção passarem a incluir mexidas introduzidas com o quociente familiar.

Quociente familiar

Segundo Paulo Núncio, em declarações no Parlamento, revela que em cima da mesa está a “introdução do quociente familiar que beneficia as famílias com filhos a cargo ou com ascendentes”, medida esta que ainda está ainda a ser discutida.

Mas ao que parece, a oposição não mostra sinais de estar convencida. Segundo a deputada Heloísa Apolónia, dos Verdes, “o Governo de não estar a contar a história toda, uma vez que as alterações nos impostos no âmbito da fiscalidade verde provocam um agravamento da carga fiscal”.

Ao que se apurou em notícia, também o Partido Socialista ficou desconfiado desta medida que mexe com o IRS, acusando o Executivo de “não desmentir o enorme aumento de impostos ao confirmar um aumento do IMI de 10%”. Mas o deputado socialista Eduardo Cabrita vai mais longe e indica que o Governo “violou o acordo feito em 2013 sobre o IRC ao não descer o IVA e IRS”, conclui.


Veja também: