Grupo Pestana abre hotel em Nova Iorque

Na mesma rua onde está a ser edificado o Hotel CR7, o grupo Pestana vai abrir o seu segundo hotel em Manhattan, Nova Iorque.

 

Grupo Pestana abre hotel em Nova Iorque
Segundo hotel Pestana em Manhattan

O Grupo Pestana assinou o projeto para mais um hotel em Manhattan, na mesma rua onde já existe, em construção, o Hotel CR7 - uma parceria com o jogador português Cristiano Ronaldo.


Grupo Pestana cumpre sonho americano com dois hotéis em NY

José Roquette, administrador do grupo Pestana, afirma que o projeto para um segundo hotel em Manhattan é uma forma de concretizar o sonho americano da empresa. Este segundo hotel na cidade que nunca dorme chamar-se-á NY East Side, um negócio que envolve 22,3 milhões de euros para a sua concretização.

A assinatura do projeto aparece envolto numa ideia pró-business que caracteriza o discurso do presidente americano eleito. Assim, o administrador do grupo Pestana considera que a eleição do novo presidente e as suas políticas económicas não prejudicarão o investimento que o grupo está a fazer nos Estados Unidos.

Com a concretização deste projeto, o grupo Pestana passa a ter quatro hotéis nos Estados Unidos: Miami, Newark e dois em Nova Iorque. José Roquette explica que os 500 quartos disponibilizados pelo grupo em terras do tio Sam abrem novas perspetivas para um desenvolvimento forte do grupo. Atentos às anunciadas novas rotas da TAP para os Estados Unidos, o grupo vai também analisar a possibilidade de abrir hotéis em outras cidades americanas como Boston.

Além dos Estados Unidos, o grupo está também de olho no Reino Unido, como parte do seu plano de expansão que tem como objetivo abrir 20 hotéis nos próximos cinco anos - um investimento de mais de 200 milhões de euros ate 2020.

Embora o Brexit seja visto com apreensão, o administrador do grupo sublinha que o importante é não dramatizar a situação. A queda da libra pode até facilitar a entrada do grupo no mercado britânico, onde, para além de Londres onde já tem uma unidade hoteleira, o grupo pretende abrir em breve outro hotel.

O grupo português prevê terminar este ano com um aumento de 38% no volume de negócios, que deverão chegar aos 122 milhões de euros, o que representa uma subida em relação ao ano anterior. Estes valores comprovam a afirmação do seu administrador de que “o grupo Pestana vai ter o seu melhor ano de sempre. Estamos num momento único em expansão, e também com um crescimento ímpar ao nível de resultados operacionais”.

Veja também: