Indexante de Apoios Sociais aumenta já este mês

O Indexante de Apoios Sociais (IAS) vai aumentar para os 421,32 euros, mais 2,10 euros do que o valor anterior.

Indexante de Apoios Sociais aumenta já este mês
Subida determinada pela inflação

O Indexante dos Apoios Sociais (IAS), que serve de referência para o cálculo de prestações como a desemprego, doença, morte e escalões de rendimentos e contributivos, vai aumentar para os 421,32 euros. Um aumento de 2,10 euros que entrará em vigor já este mês e que atualiza um valor que esteve congelado durante sete anos.

A subida do IAS, dos anteriores 419,22 euros, foi determinada pela variação média dos últimos 12 meses da inflação divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O aumento do valor do IAS vai refletir-se em diversas prestações como a de desemprego, doença, morte, mas também nos escalões de rendimentos que são tidos em conta para calcular quem tem direito a abono de família, os escalões contributivos dos trabalhadores independentes, as taxas moderadoras, as pensões, entre outros.

Que prestações e apoios estão em causa?

  • Desemprego
  • Doença
  • Morte
  • Escalões de rendimentos tidos em conta para calcular quem tem direito a abono de família
  • Escalões contributivos dos trabalhadores independentes
  • Taxas moderadoras
  • Pensões
  • Rendimento Social de Inserção

Recorde-se que o IAS surgiu em 2007 e permitiu que as prestações sociais deixassem de estar ligadas ao valor do salário mínimo.

Veja também: