Índia vai limitar visitas diárias ao Taj Mahal

A Índia vai limitar as visitas diárias ao Taj Mahal para reforçar a preservação do monumento mais famoso do país.

Índia vai limitar visitas diárias ao Taj Mahal
Pela saúde do monumento

O Taj Mahal é uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo e um dos monumentos mais famosos e conhecidos da Índia – tão conhecido que, só em 2016, registou cerca de 6,5 milhões de visitantes. Para preservar o monumento, o país pensa agora em limitar as visitas diárias ao Taj Mahal para apenas 40 mil visitantes.

O Taj Mahal é uma verdadeira maravilha

india

O Taj Mahal foi construído pelo imperador Shah Jahan em memória de Aryumand Banu Begam, a esposa favorita que acabou por falecer durante o parto do 14.º filho do imperador. Assim, entre 1632 e 1653, 20 mil homens juntaram-se na margem do rio Yamuna, em Agra, na Índia, para construir o mais belo e imponente mausoléu da história. O resultado foi uma cúpula costurada com fios de ouro, paredes incrustadas com pedras semipreciosas e inscrições retiradas do Corão.

Mais de 350 anos depois, o Taj Mahal acolhe cerca de 15 mil visitantes por dia sendo que ao fim-de-semana consegue mesmo ultrapassar os 70 mil. Com receio do desgaste do monumento, o governo indiano anunciou agora que as entradas vão passar a estar limitadas a 40 mil por dia.

Veja também: