Inteligência artificial marcou Web Summit

A inteligência artificial promete revolucionar o mundo como o conhecemos. E não deve faltar muito para que isso aconteça…

Inteligência artificial marcou Web Summit
Falemos sobre o futuro…

O mundo pode vir a ser muito diferente dentro de dez anos. O futuro da tecnologia continua em discussão no Web Summit e a inteligência artificial não escapou aos debates e apresentações realizados. 

Carlos Ghosn, da Renault-Nissam, acredita que “o carro está a transformar-se num espaço de trabalho, familiar e pessoal, um local onde se trabalha e se fala com os amigos”. O presidente executivo apontou ainda os carros sem condutor, e os autónomos, como uma tendência já daqui a dez anos. “É uma enorme vantagem para o utilizador e é por isso é que todos os construtores estão a apostar na tecnologia", referiu.

Já o responsável tecnológico do Facebook, Mike Schroepfer, revelou que o futuro ser marcado não só pela inteligência artificial mas também pela conectividade e pela realidade virtual. "Estamos a construir uma experiência de imersão em que o cérebro pode assumir comportamentos diferentes" referiu, elucidando que os utilizadores, ao verem imagens de si a andar, podem ativar o cérebro de forma a gerar novos impulsos.

Para além deste projeto, o responsável revelou ainda que a maior rede social do mundo está a apostar fortemente na inteligência artificial. Segundo o mesmo, a evolução da tecnologia vai permitir, por exemplo, que pessoas cegas possam saber o que está a ser partilhado – no caso do Facebook há dois mil milhões de fotos partilhadas por dia e cem milhões de vídeos.


Veja também: