Investimento imobiliário atingiu os 885 milhões no primeiro semestre

No primeiro semestre deste ano, o investimento imobiliário comercial atingiu valores históricos. 

Investimento imobiliário atingiu os 885 milhões no primeiro semestre
Hotelaria representou quase 11% deste valor

Numa análise da consultora JLL Portugal publicada no Market Pulse, o primeiro semestre de 2016 registou um investimento imobiliário comercial de 885 milhões de euros em Portugal, envolvendo 21 transações no imobiliário de retalho, logística industrial, escritórios e hotéis.

Segundo os dados disponibilizados pela consultora na análise realizada, os imóveis para uso de retalho foram os mais transacionados no semestre, correspondendo a 45% do total investido, enquanto os escritórios foram responsáveis por 39% do volume semestral de investimento. Já a hotelaria apresentou um peso de quase 11% enquanto o setor industrial acabou por representar 4% do volume transacionado.

De referir que 95% do volume de investimento teve origem internacional e o rendimento (“yelds”) manteve-se em todos os segmentos no segundo trimestre do ano, face aos três meses anteriores.

“O investimento em imobiliário comercial mantém-se bastante elevado, voltando a superar, em apenas um semestre, o total anual registado entre 2008 e 2014”, referiu Pedro Lancastre, diretor-geral da JLL Portugal. “As perspetivas são para que, no restante do ano, os volumes transacionados continuem em níveis bastante elevados, apesar de uma conjuntura europeia mais marcada pela incerteza”, salientou o diretor.

A análise refere que até ao momento foram ocupados cerca de 80 mil metros quadrados de escritórios só em Lisboa na primeira metade do ano – 46 mil metros quadrados só no segundo trimestre. O mercado de retalho também tem registado uma evolução bastante positiva, especialmente no comércio de rua, quer em Lisboa, quer no Porto.

Veja também: