iPhone 7 vai ficar aquém das expetativas

A ausência de novidades marcantes no iPhone 7 está a deixar consumidores bastante desiludidos.

iPhone 7 vai ficar aquém das expetativas
A desilusão dos utilizadores é fácil de explicar.

Quer saber como comprar os gadgets que mais gosta sem fazer esforço? >>O novo iPhone, cujo lançamento está previsto acontecer ainda este ano, está a causar aos amantes do telefone sentimentos de grande desapontamento e descontentamento. Isto porque o Wall Street Journal revela, com base em fontes próximas da indústria que fabrica os dispositivos, que a tecnológica de Cupertino, motor que desenvolve todo o sistema, vai romper com a tradição a que nos habituou de renovar os modelos de dois em dois anos, sendo que este novo telemóvel irá funcionar de forma muito semelhante aos já existentes iPhone 6 e iPhone 6s, estando as verdadeiras novidades reservadas para 2017.

Segundo o que adianta a publicação The Next Web, as mudanças no figurino do novo iPhone não fugiram muito de questões meramente estéticas. O novo produto Apple irá promover diferenças apenas, ao que tudo indica, no desenho do aparelho, com este a conter uma aparência mais fina e leve, com grande destaque a ir para a ausência da entrada destinada aos auscultadores, que irá assim tornar possível esse mesmo refinamento. Mas a ideia para este novo projeto não fica por aqui. A empresa aposta ainda num telefone mais resistente à água, o que permitirá uma maior durabilidade da relação entre consumidor e smartphone, já que, tal como todos sabemos, acidentes aquáticos são uma das principais razões para que este casamento acabe em divórcio.

No que à desmotivação dos clientes diz respeito, os motivos estão bem patentes e são bastante simples de explicar. Todos esperavam a concretização de várias promessas: o tão aguardado ecrã OLED, com câmara dupla, o tão esperado carregamento wireless ou o tão ansiado smart connector. Porém tudo isso acabou por ser adiado por mais um ano, deixando todos os fãs da tecnologia inconsoláveis, todavia esperançados que, 2017, seja, finalmente, o grande ano da mudança.

Veja também: