Simulador de Crédito - Milhares de Portugueses já experimentaram!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

SIMULAR

"Isto mudou a minha vida"

Muito cuidado, se eventualmente receber um e-mail com um titulo sugestivo como este. Para quem está numa situação frágil de desemprego ou a trabalhar em situações precárias pode estar mais vulnerável a anúncios de emprego fraudulentos que prometem entre 500 e 1.200 dólares por semana, o que na verdade não passa de uma farsa.

O alerta vem da BitDefender, uma empresa responsável pela criação de uma linha de software de segurança na Internet.

Numa altura em que o desemprego dispara, e aumentam as situações de emprego precárias, fica também disponivel um novo mercado a  explorar no que toca a fraudes na internet.

A mais recente fraude detectada é a de um e-mail que propõe um emprego de sonho em que pode ganhar entre 500 a 1200 dólares por semana, bastando para tal preencher um formulário.

Normalmente o título deste tipo de e-mails tem uma mensagem apelativa, como por exemplo, "Isto mudou a minha vida", onde entretanto, leva o utilizador a clicar num link.

Do e-mail passa para uma página similar à secção financeira de um jornal, o que confere toda a credibilidade, e onde consta apenas um artigo que conta as supostas experiências felizes e de sucesso de várias pessoas que aceitaram a oferta.

O emprego é em part-time, possibilitando rendimentos na internet entre 500 a 1200 dólares por semana, sem necessidade de experiência ou qualquer formação especifica, mas apenas um computador e ligação à internet. Apenas algumas vagas estão disponiveis e será necessário participar numa formação gratuita para o exercicio das novas funções.

No preenchimento do formulário é que começa toda a fraude. Aqui é pedido o pagamento de uma taxa, que tem "desconto", por ser a primeira vez que está a preencher o formulário, valor esse de 4.97 dólares, quando numa situação normal custaria 39.97 dólares. Aliás, o valor será superior se sair dessa página e voltar a entrar, isto porque supostamente, o desconto tinha um prazo que entretanto caducou.

Esta pressão de estar a terminar o prazo, de ter o desconto se pagar agora, leva o cibernauta a ceder e até a entusiasticamente divulgar o sucedido a familiares e amigos, levando outras vitimas a cair na mesma armadilha.

Apesar de todo o e-mail e da página e até do próprio formulário demonstrarem toda a fiabilidade, o certo é que está a transferir dinheiro a um estranho que não lhe vai arranjar emprego algum.