Há um hotel em Itália que nunca recebeu hóspedes

Conheça o Grande Hotel de Calogero, um hotel fantasma italiano que nunca albergou um só hóspede.

Há um hotel em Itália que nunca recebeu hóspedes
Possui 300 quartos

Está em construção há décadas, já foi remodelado por duas vezes e até já abriu ao público por quatro vezes… mas nunca conseguiu albergar um só hóspede nos cerca de 300 quartos que possui. Conheça o estranho caso do Grande Hotel de Calogero, um hotel fantasma italiano.

Um hotel fantasma que nunca acolheu um só hóspede

hotel italiano

Segundo um artigo milanês lançado recentemente, a Itália possui cerca de 670 edifícios parcialmente construídos. Um deles é o Grande Hotel de Calogero, um hotel fantasma construído na Sicília que começou a ser construído em 1954. Este hotel conta com 300 quartos, já foi remodelado por duas vezes e até já abriu ao público por quatro vezes, mas nunca conseguiu albergar um só hóspede.

Que razões ajudam a explicar tanto insucesso? Talvez o facto de o hotel ter sido construído no topo do Monte Kronio, a 1.300 pés de altitude, onde partilha o espaço com uma basílica onde reside o santuário de Santo Calogero. Ou ainda o facto de nunca se ter arranjado ninguém para gerir o espaço.

A primeira abertura oficial aconteceu em 1984 mas a falta de responsáveis para gerir o espaço obrigaram ao fecho do mesmo. Em 1993, este hotel fantasma voltou a abrir portas mas o facto de o sistema de drenagem ser desadequado acabou por obrigar a um novo fecho. Em 1998, o Grande Hotel de Calogero abriu novamente para, rapidamente, voltar a fechar por razões desconhecidas. No ano 2000 ainda houve mais uma tentativa de reanimar o hotel mas… acabou por não funcionar.

E assim, ao fim de 63 anos, o Grande Hotel de Calogero continua à espera do primeiro hóspede. E de alguém que o possa abrir novamente.

Veja também: