Publicidade:

Limpeza de mato: coimas suspensas até junho

Costa anunciou que as penalizações relativas à limpeza de mato não vão ser aplicadas, mas só para quem realizar a tarefa até junho.

Limpeza de mato: coimas suspensas até junho
Vai ter mais três meses para fazer a limpeza das matas

O Governo vai aprovar hoje um decreto-lei para que não sejam aplicadas coimas relativas à limpeza das matas se estas estiverem concluídas até junho, anunciou hoje o primeiro-ministro.

Numa declaração aos jornalistas, em Lisboa, António Costa referiu que a GNR começará no final do mês a levantar autos sobre terrenos ainda não limpos, mas sublinhou que este processo “não é uma caça à multa” e que as autoridades continuarão a sua ação pedagógica e de esclarecimento.

“Não serão aplicadas coimas se, até junho, as limpezas estiverem efetivamente concluídas”, afirmou.

O prazo para a limpeza de matas em áreas envolventes a casas isoladas, aldeias e estradas termina hoje. A lei prevê que este ano, em caso de incumprimento, os proprietários fiquem sujeitos a contraordenações com coimas que variam entre 280 e 10 mil euros, para particulares, e entre três mil e 120 mil euros para pessoas coletivas.

Perante o incumprimento dos proprietários do prazo de 15 de março, as Câmaras Municipais têm de garantir, até 31 de maio, a realização de todos os trabalhos de gestão de combustível.

Veja também: