Linha de apoio ao turismo com 50% de execução

Portugal quer continuar a qualificar a oferta turística. E a linha de apoio ao turismo, de 60 milhões, ainda só foi executada em 50%.

Linha de apoio ao turismo com 50% de execução
O turismo em Portugal.

Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, sublinhou que a linha de apoio ao turismo lançada no início do primeiro trimestre deste ano, de 60 milhões de euros, está com 50% de execução neste momento.

A linha de apoio ao investimento para a qualificação da oferta turística está “neste momento com 50% de execução”, afirmou Ana Mendes Godinho. Recorde-se que a linha de apoio ao turismo foi lançada em fevereiro deste ano e contava com o apoio do Turismo de Portugal que participava nas operações de financiamento com 60% e os bancos com 40%.

Para além desta linha de apoio ao turismo, a secretária de Estado do Turismo referiu ainda que o Governo já aprovou “365 projetos de turismo no valor de 250 milhões de euros” no âmbito do Portugal 2020. A governante referiu ainda que “só este ano já abriram 40 novos hotéis em Portugal” e que entre janeiro e setembro Portugal apareceu em 11.000 artigos internacionais, considerando que este é o resultado da inovação, de criar valor sobre o património, mas também da aposta na dinamização de produtos turísticos.

"Se queremos liderar o turismo do futuro, e temos condições para isso, é preciso haver um motor adicional (...), que resulte de uma parceria entre Turismo de Portugal, entre associações empresariais, entre empresas de tecnologia, entre transportadoras aéreas, entre o sistema financeiro, no sentido de quebrar os tais muros que ainda existem muitas vezes entre as várias áreas e criar um espaço para incendiar a inovação", referiu Ana Mendes Godinho.

Para 2017, a governante já denunciou a vontade de criar, em 2017, um centro de inovação para o turismo com todos os 'players' (intervenientes) do setor para "quebrar muros" e "incendiar a inovação".


Veja também:

Continuar a Ler