PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Estudo: Maior risco de diabetes para quem tem insegurança no emprego

Um novo estudo, em que participaram mais de 141 mil pessoas, concluiu que há uma ligação entre a insegurança no emprego e a diabetes.

Estudo: Maior risco de diabetes para quem tem insegurança no emprego
Trabalho precário tem impacto na saúde

Trabalho, saúde e estilos de vida são o mote do novo estudo de Meena Kumari, professor de Ciências Biológicas e Epidemiologia Social, recentemente publicado no Canadian Medical Association Journal. O investigador teve como base 19 estudos que envolveram 140 825 participantes da Austrália, Europa e Estados Unidos da América.

A flexibilização do emprego, provocada por contratos temporários e recibos verdes, trouxeram também o sentimento de insegurança. E a precariedade do trabalho já tinha sido associada, em outros estudos, como um fator de risco no que toca à saúde, por exemplo, em termos cardiovasculares.

Agora, os resultados desta investigação apontam para a insegurança no emprego como estando associada a um maior risco na incidência da diabetes. Este foi o primeiro estudo a estabelecer esta relação.

A prevalência da diabetes tem vindo a aumentar nas últimas décadas, sendo associada ao excesso de peso e obesidade e também ao envelhecimento da população.

Em Portugal, os últimos números, relativos a 2014, mostram que existiam mais de um milhão de portugueses, entre os 20 e 79 anos, com diabetes.

No mundo, são cerca de 140 milhões os diabéticos diagnosticados, sendo que, nas próximas duas décadas, o número deve duplicar.

Veja também: