Malware atinge milhões de smartphones Android

Criminosos informáticos tiveram acesso direto a milhões de smartphones Android.

Malware atinge milhões de smartphones Android
Proteja o seu dispositivo.

De acordo com o que a empresa de segurança Check Point conseguiu apurar, cerca de dez milhões de Androids foram contaminados pelo malware HummingBad. Este malware foi descoberto em Fevereiro deste ano e desde então está a ser acompanhado a par e passo por esta empresa de segurança.

O que todas as informações obtidas fazem crer é que todos os perigos do HummingBad estão centrados num conjunto de developers oriundos da China chamado Yingmob
Segundo a Check Point, na Yingmob existem vários grupos que têm como prioridade máxima a criação de várias plataformas de anúncios que vão perfeitamente ao encontro daquilo que são as leis.  Só que, no seio dessas mesmas equipas, uma delas não segue estas normas. Falamos da equipa responsável pelo conteúdo estrangeiro. Para além disso, esse é o conjunto que lança para os sistemas operativos todas as infecções causadoras de todos estes danos que prejudicam os equipamentos.

Para completar a sua obra, o malware conseguiu instalar ainda um software conhecido por rootkit que permite dessa forma um livre acesso dos cibercriminosos aos dispositivos Android.
Um ataque com lucros muito significativos para os invasores que conseguiram, por via desta ação fraudulenta, obter receitas na ordem dos 270 mil euros por mês.

Este movimento, para além de se focar maioritariamente na publicidade, também se dedica à venda do livre acesso aos sistemas infetados.

Veja também: