PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Metade da população portuguesa descobriu uma doença crónica

Segundo os dados do INE, mais de 5,3 milhões de residentes em Portugal afirmaram ter pelo menos uma doença crónica em 2014.

Metade da população portuguesa descobriu uma doença crónica
Dores lombares, hipertensão arterial e dores cervicais são as queixas mais frequentes

Mais de 5,3 milhões de pessoas residentes em Portugal com 15 ou mais anos de idade (cerca de metade da população portuguesa) referiram ter pelo menos uma doença crónica em 2014.

Os dados são do Instituto Nacional de Estatística (INE) e dizem respeito ao Inquérito Nacional de Saúde (INS) 2014, realizado em conjunto pelo INE e pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. O estudo cobriu todo o território nacional e foi realizado entre setembro e dezembro de 2014.

O Inquérito Nacional de Saúde (INS) trata-se de “um instrumento de medida e de observação em saúde, que recolhe dados de base populacional, gera estimativas sobre alguns estados de saúde e de doença da população portuguesa, bem como as respetivas determinantes e estuda a sua evolução ao longo do tempo”, explica a página do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

De acordo com os números agora avançados, as queixas mais frequentes são de dores lombares (32,9%), hipertensão arterial (25,3%) e dores cervicais (24,1%).

Avança ainda o estudo, que no período em que foi realizado, cerca de 6,7 milhões de pessoas foram a uma consulta de Medicina Geral e Familiar (vulgo médico de família), sendo que 4,3 milhões de pessoas optaram por recorrer a consultas de especialidade. Outros 4,3 milhões de pessoas admitiram ter tido consultas com um médico dentista.

De acordo com os dados recolhidos, em 2014, cerca de 4,5 milhões de pessoas tinha excesso de peso (36,4%) ou sofria de obesidade (16,4%).

O estudo concluiu ainda que maioria da população com 15 ou mais anos de idade (5,8 milhões) não praticava qualquer atividade desportiva de forma regular e apenas 15,4 % diziam praticar exercício físico um a dois dias por semana.

O tabaco era outra das preocupações, já que cerca de 1,5 milhões de pessoas com 15 ou mais anos de idade, admitia fumar diariamente (uma média de 14 cigarros por dia).

Ainda assim há hábitos saudáveis. 70,8% da população (com 15 ou mais anos de idade) admitiu consumir fruta diariamente e 55,1% comia legumes ou saladas também diariamente.

Veja também: