Microsoft atualiza o Windows e já paga indemnizações

Sem a devida autorização, a Microsoft muda o Windows e é obrigada a compensar os utilizadores

Microsoft atualiza o Windows e já paga indemnizações
Utilizador recebeu 10 mil dólares.

Teri Goldstein, norte americano que gere uma agência de viagens no Estado da Califórnia, foi uma das principais vítimas do fenómeno das atualizações automáticas e que vem assombrando os utilizadores Microsoft.

Como nos dá conta, Teri continha no seu computador o Windows 7, um sistema que nunca tinha dado problemas e com o qual se sentia bastante adaptado. No entanto, o seu computador, de uma forma inglória e infeliz, acaba por tentar instalar o novo Windows 10 sem a aprovação do mesmo. Ora, essa tentativa revelou-se frustrada, isto porque, para além do novo Windows não ter sido instalado com sucesso, deixou o computador de Teri numa instabilidade lastimável.

Em virtude desse momento de azar, Goldstein acaba por explanar tudo aquilo que se passou à empresa, exigindo um computador novo. Todavia, embora esse dano não fosse reparado e substituído por um bem material semelhante, Teri acaba por conseguir algo de muito mais significativo. A Microsoft indemniza-o com uma quantia no valor de 10 mil dólares. Pagamento que teve o poder de parar com a onda de injustiça que sentia, acabando a empresa por conseguir limpar um bocadinho o seu bom nome face aos restantes consumidores.

Porém, tudo isto que se passou com Teri não pode ser considerado de algo inédito.  Vários outros utilizadores por esse mundo virtual fora se queixam e estão completamente impacientes com os constantes pedidos de atualizações para o novo sistema. Contudo, e numa tentativa de afastar todo esse desagrado e para evitar mais prejuízos para a empresa, as mensagens estão previstas terminarem já no próximo mês de julho. Assim, e para grande alívio dos consumidores, adivinham-se tempos bem mais tranquilos para todos.


Veja também: