Ministro da Educação diz que exame de Português não será anulado

O Ministro da Educação garantiu que o exame de Português do 12.º ano não será anulado.

Ministro da Educação diz que exame de Português não será anulado
Eventual fuga de informação está a ser investigada

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, garantiu hoje que o exame de Português do 12.º ano, cuja eventual fuga de informação está a ser investigada, não vai ser anulado.

Segundo o ministro, caso se confirme que houve uma fuga de informação, “o ministério agirá civil, disciplinar e criminalmente contra o seu autor ou autores”.

“Se alguém saiu beneficiado, sofrerá as consequências previstas no regulamento”, declarou.

PARA ENTENDER O CASO

Numa gravação que circulou no WhatsApp, dias antes da prova de português, é possível ouvir uma aluna – que não se identifica – a revelar as matérias que seriam abordadas na prova de português dos exames nacionais. No áudio, a estudante garante que os colegas devem estudar Alberto Caeiro e, dias mais tarde, confirmaram-se as previsões.

O caso foi alvo de uma denúncia pública feita ao Ministério da Educação, deu origem a um inquérito e está a ser investigado pelo DIAP de Lisboa.

Veja também: