Publicidade:

Já conhece o miradouro da Ponte 25 de Abril?

Já ouviu falar no miradouro da Ponte 25 de Abril? Já está em funcionamento e é impróprio para quem tem vertigens.

Já conhece o miradouro da Ponte 25 de Abril?
Só para quem não tem vertigens…

A Ponte 25 de Abril tem uma nova atração que promete dar que falar: um miradouro. Uma atração que oferece uma visão avassaladora sobre a zona ribeirinha, sobre o Terreiro do Paço, sobre Almada, sobre o Tejo e muito, muito mais. É assim o novo miradouro da Ponte 25 de Abril.

O miradouro da Ponte 25 de Abril vai dar que falar

Já abriu portas o novo miradouro da Ponte 25 de Abril que coloca os mais corajosos ao nível do tabuleiro dos carros. Para chegar ao miradouro – ou “prancha”, como lhe chama o arquiteto António Borges – é necessário subir 372 degraus. Uma boa forma de rapidamente nos habituarmos às vertigens que, pouco a pouco, vão aumentando.

E após 372 degraus, eis o miradouro a 70 metros de altura. Uma caixa de vidro, chão incluído, com 2,70 metros de comprimento que se projeta no ar e que oferece uma visão avassaladora sobre toda a paisagem em redor: a zona ribeirinha de Belém ao Terreiro do Paço, Almada e Tejo.

Claro que também é possível deixar todos estes degraus para trás num abrir e fechar de olhos – ou um pouco mais, vá. Numa viagem de 40 segundos, um elevador também transparente coloca os utilizadores ao nível do tabuleiro dos carros e abre a possibilidade destes participarem na Experiência Pilar 7. Basta pagar seis euros para tal.

Como promete o nome do centro interpretativo, “a ideia é experimentar, através de várias sensações diferentes, a Ponte 25 de Abril”, obra de engenharia que marcou o Estado Novo, inaugurada em 1966. E se a experiência mais intensa é mesmo o miradouro panorâmico que oferece uma vista vertiginosa, há outras à espera dentro do Pilar 7 que também prometem ser bastante gratificantes como a possibilidade de entrar na enorme estrutura em betão, oca, onde estão protegidas as principais amarrações dos cabos de sustentação da ponte.

Veja também: