Mudanças nos contratos de crédito habitação

Segundo a Associação Portuguesa de Bancos estão a ser estudadas medidas pelos deputados de forma a enfrentar o incumprimento, o que pode vir a afectar 80% dos contratos.

Mudanças nos contratos de crédito habitação

Em Portugal, 63% do crédito está relacionado com o sector imobiliário e 80% dos créditos estão concentrados nos 5 principais bancos a operar em Portugal, ou seja, CGD, BCP, Santander Totta, BES e BPI, com principal destaque para a CGD.

O receio da associação que representa os bancos é que as medidas que estão a ser estudadas pelos deputados, venham estimular ainda mais o incumprimento bancário.

As medidas que estão a ser pensadas pelos partidos, podem afectar 80% dos contratos de crédito habitação e pretendem fazer face ao incumprimento bancário. A associação aproveita para alertar que estas mudanças vão dificultar o regresso aos mercados dos bancos e do próprio país.

Uma das medidas que preocupa a associação é a proibição de agravamento de spreads (margem de lucro do banco) no âmbito da renegociação do crédito.

Esta entre outras vai resultar numa redução da rendibilidade dos bancos, o que terá impactos na visão que os investidores externos e as agências de rating têm da banca nacional, atrasando assim o regresso aos mercados.