Multas vão ajudar a pagar novas infraestruturas da polícia

Percentagem das multas de trânsito e da taxa aeroportuária vão ajudar a pagar novas infraestruturas e equipamentos para a polícia.

Multas vão ajudar a pagar novas infraestruturas da polícia
Concorda com esta medida?

Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, afirmou que as multas de trânsito e a taxa aeroportuária servirão para ajudar a pagar parte dos investimentos realizados em infraestruturas e equipamentos da polícia

“Uma percentagem do produto de multas rodoviárias ou da taxa aeroportuária vai ser, exclusivamente, para fazer investimentos em infraestruturas e equipamentos”, indicou a governante em Conselho de Ministros, aquando da aprovação da lei de Programação das Infraestruturas e Equipamentos das Forças de Segurança.

Em conversa com o Diário de Notícias, César Nogueira, presidente da Associação de Profissionais da GNR, afirmou gostar de “saber como se vão adquirir as verbas para pagar o que está previsto na lei”. “Não concordamos que boa parte venha das multas de trânsito porque, de certa forma, pode incentivar mais contraordenações e essa não é a nossa principal função”, sublinhou.

Durante os próximos cinco anos deverão ser investidos um total de 454 milhões de euros, 90 milhões de euros por ano, sendo que 55% das verbas serão canalizadas para tecnologias de informação e comunicação.

Paulo Rodrigues, presidente da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia, afirmou que uma das futuras inovações do setor deverá ser uma “aplicação que permite identificar o local a partir de onde uma pessoa fez uma chamada para o 112 a alertar para um acidente”. Um sistema que deverá facilitar a resposta às emergências em acidentes rodoviários.


Veja também: