Na Sicília, há casas à venda por um euro!

A recuperação de casas antigas devia ser uma aposta constante nas políticas governamentais. Na ilha Sicília, há casas rústicas que estão à venda por um euro.

Na Sicília, há casas à venda por um euro!
A recuperação das casas pode ser um combate à desertificação

Depois de na década de 1920 os proprietários terem abandonado as suas casas na sequência de uma grande onda de emigração, a localidade de Gangi, a localidade de Gangi na ilha Sicília sofreu um forte declínio demográfico. Quase 100 anos depois, é tempo agora de relançar a economia e fazer alguma coisa das casas degradadas e abandonadas. 
 
Em notícia avançada hoje, é revelado que cerca de 20 casas rústicas desta época estão à venda por apenas um euro! A ideia é combater o declínio demográfico que se tem vindo a sentir ao longo do século passado e relançar a economia.
 
A este preço pode encontrar casas de agricultores repletas de relíquias consideradas de valor, como fornos a lenha ou azulejaria do século XVIII. Mas não é tudo. Para além desta 20 casas, podemos contar também com mais 300 habitações cujos valores de venda andam entre os cinco e os 15 mil euros. O acordo para estas casas é que quem as compra, compromete-se a renová-las no prazo máximo de três anos. Se assim for, o dinheiro da compra é devolvido.
 
Esta iniciativa já teve várias reacções dos locais, que aprovam a ideia, mas têm algum receio do que possa vir a mudar. O presidente da autarquia local Giuseppe Farrarello acredita que “os compradores estrangeiros podem trazer coisas menos boas, como lojas de recordações que substituam as atividades tradicionais.”
 
Já Piazza Cataldo, uma residente de 83 anos, diz que "houve uma altura em que podias passear à noite no centro da vila sem ver ninguém. Era triste (...) A iniciativa + euro + é boa porque ajuda a população, trazendo vida, esperemos que não só durante o verão.”