PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Níveis altos de insulina associados a um maior risco de ter cancro do intestino

Um estudo concluiu que os níveis de insulina podem ajudar a detetar o risco de cancro do intestino.

Níveis altos de insulina associados a um maior risco de ter cancro do intestino
Em obesos e saudáveis.

Vários estudos têm demonstrado que a obesidade é um fator de risco para o cancro do intestino. Contudo, um estudo recente associou os níveis de insulina altos a um maior risco de ter cancro do intestino, tanto em pessoas com excesso de peso como em pessoas magras e, aparentemente, saudáveis.

Os resultados deste estudo foram publicados na revista Public Library of Science Medicine e sugerem ainda que medir os níveis de insulina no sangue pode ajudar a identificar as pessoas em maior risco de desenvolver cancro do intestino. Esta medição, realizada numa fase prematura, deverá aumentar a probabilidade de conseguir um diagnóstico e tratamento precoce.

“Estes resultados mostram pela primeira vez que o risco de cancro do intestino está associado aos níveis elevados de insulina tanto em pessoas magras como naquelas com obesidade”, afirmou o líder da investigação, o Dr. Marc Gunter, da International Agency for Research on Cancer (IARC).

O investigador admitiu ainda que “não se sabe porque é que as pessoas magras tinham níveis elevados de insulina mas pode dever-se a uma dieta pobre ou ao comportamento sedentário”.


Veja também: