25% dos jovens acha normal partilhar fotos íntimas ou insultar nas redes sociais

Um quarto dos jovens portugueses não vê mal nas ofensas virtuais ou na partilha de imagens íntimas - um dado que alerta para os casos de violência no namoro.

25% dos jovens acha normal partilhar fotos íntimas ou insultar nas redes sociais
A violência virtual é banalizada por jovens

Um em cada quatro jovens considera normal partilhar fotografias íntimas ou insultar alguém através das redes sociais, de acordo com um estudo da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta.

O estudo sobre violência no namoro “apresenta dados preocupantes”, dos quais a UMAR, num comunicado hoje divulgado, destaca que 24% dos jovens inquiridos “considera normal partilhar fotos íntimas ou insultar através das redes sociais” e 14% “legitima a violência psicológica”.

Um dado alarmante

Dos cerca de 5.500 jovens inquiridos no estudo, 19% “já foi vítima de violência psicológica”.

O mais recente estudo da UMAR sobre Violência no Namoro é apresentado no Dia dos Namorados, em Lisboa, numa conferência de imprensa que contará com a presença da secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino.

Veja também: