Há um novo trilho pedestre em Castelo de Paiva

O presidente da Câmara de Castelo de Paiva anunciou a criação de 14km de trilhos pedestres com vista para o Rio Douro.

Há um novo trilho pedestre em Castelo de Paiva
14km junto ao Rio Douro

A criação de trilhos pedestres com vista para o Rio Douro foi anunciada pelo presidente da câmara, Gonçalo Rocha, como forma de atrair turistas nacionais e estrangeiros. Os 14km contarão com trilhos, pontes, passadiços e miradouros muito especiais em forma de barco.

Trilhos pedestres de Castelo de Paiva: turismo de qualidade

O concurso para a concretização do projeto foi lançado recentemente e espera-se que os trabalhos possam começar dentro de 2 meses. O autarca refere que o projeto pretende ser um ponto de referência de qualidade no turismo da região.

O percurso far-se-á na margem esquerda do rio, haverá dois cais – Midões e Castelo – e uma particularidade interessante: os miradouros terão a forma de barcos rabelo (partidos ao meio) o que dará a sensação de se estar a navegar o rio.

As paisagens deslumbrantes podem assim ser desfrutadas por todos, ainda mais porque o autarca assegura que a vegetação original será preservada e os turistas poderão ainda aprender sobre a fauna e flora do local através de pontos informativos. Esta preocupação ambiental é, aliás, garantida pela parceria da Quercus no projeto.

trilho

O início dos trilhos será junto à foz do Rio Arda, em Pedorido, onde haverá uma requalificação da zona através da construção de infraestruturas que facilitem a chegada e permanência dos turistas, como por exemplo zonas de merendas.

A autarquia tem também um conjunto de outros projetos centrados na exploração e proteção dos recursos naturais da região, que vê como mais valia do concelho, nomeadamente a construção de outros percursos junto ao rio Paiva, às vinhas, pelas montanhas e junto às minas do Pejão. Desta forma, o concelho põe em marcha uma estratégia global de promoção dos seus recursos naturais.

Gonçalo Rocha acrescentou ainda que a todos estes recursos poderão também ter associados desportos de aventura para potenciar a atração de mais tipos de turistas para a região. Isso mesmo será o mote central da bienal do desporto, organizada pela autarquia, que intercalará com a bienal da cultura (prevista para julho deste ano).

Veja também: