O IMI não vai subir em Lisboa

Após a apresentação do orçamento de 2015 para a Câmara de Lisboa, António Costa assume que a taxa de IMI se irá manter nos 0,3%. Uma medida que agrada os lisboetas.

O IMI não vai subir em Lisboa
António Costa garante que o IMI se mantém igual em 2015

O Presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, anunciou que vai manter a taxa de IMI nos 0,3% para 2015. Esta é uma das proposta previstas no orçamento da autarquia que assume igualmente que os lisboetas continuarão também a ver devolvidos 2,5% do IRS que, segundo o relatório apresentado, será o “equivalente a metade das receitas obtidas pelo Município do Orçamento de Estado”.
Para compensar estas medidas em prol dos munícipes, (tanto do IMI como do IRS), António Costa prevê a criação de uma Taxa Municipal Turística.

Segundo a notícia avançada, a proposta de orçamento ainda consegue prever um aumento da receita “de 27,3 milhões de euros ao nível dos impostos directos”, sendo que mais de metade “são provenientes do Imposto Municipal sobre as Transmissões onerosas de Imóveis (IMT)”. Este imposto tem toda a margem para subir, uma vez que, segundo o presidente, existe uma maior procura de imóveis por parte do mercado, nomeadamente de não residentes (vistos gold) e de um maior nível de atractividade da cidade de Lisboa a nível internacional". António Costa estima assim que este imposto suba cerca de 15,8 milhões de euros.

Já relativamente ao IMI, o autarca assume que “a integração das receitas na CML do território correspondente ao Parque das Nações” poderá fazer com que a subida das receitas relativamente a este imposto se situe nos 4,9 milhões de euros.


Veja também: