Oito anos depois, The Pretenders lançam novo álbum no cooljazz

"A incontornável banda" vai atuar em Oeiras para apresentar o novo trabalho, encerrando assim uma longa ausência dos estúdios.

Oito anos depois, The Pretenders lançam novo álbum no cooljazz
Quase 10 anos depois, os fãs vão ter novidades

A banda The Pretenders atua no dia 19 de julho, em Oeiras, nos arredores de Lisboa, apresentando o seu mais recente álbum, “Alone”, no âmbito do 14.º Festival cooljazz, como divulgou hoje a organização do evento.

A banda, formada nos anos 1970, atua no Parque dos Poetas, em Oeiras, e junta-­se assim a um cartaz que inclui já os nomes de Jamie Cullum, no dia 29 de julho, também no Parque dos Poetas, e de Maceo Parker, no dia 20, nos Jardins do Marquês de Pombal. A organização qualifica The Pretenders como uma “incontornável banda”, que atua em Portugal no âmbito da digressão internacional de apresentação de “Alone”.
 

Os novos temas

A vocalista, compositora e guitarrista Chrissie Hynde e a sua banda vão, além de apresentar os temas do novo álbum, vão também tocar “alguns dos seus melhores ‘hits’”, designadamente, “Back on the Chain Gang”, "I'll Stand by You" e “Viva el Amor”, “Isle of View” e “Don’t Get Me Wrong”, entre outros.

“Alone” é a mais recente produção discográfica da banda, pondo fim a uma ausência de oito anos dos estúdios. O álbum foi gravado em Nashville, nos Estados Unidos, com produção de Dan Auerbach, o multi­instrumentista e vocalista da banda norte­americana de blues e rock The Black Keys.

“Neste novo trabalho dos Pretenders, Dan Auerbach assume o papel de produtor e multi­instrumentista do disco, que já é considerado um êxito perante a crítica, e um dos melhores trabalhos de sempre”, realça a organização do edpcooljazz. Entre outras participações, destaca-­se a do guitarrista norte­americano Duane Eddy, que toca no tema “Never Be Together”.

“Alone” conta ainda com a participação de Dave Roe, ex­baixista de Johnny Cash e do guitarrista Kenny Vaughan, e de membros do projeto The Arcs, de Auerbach, nomeadamente Richard Swift (bateria), Leon Michels (teclados) e Russ Pahl (“pedal steel”).

A banda foi formada na segunda metade da década de 1970, por Chrissie Hynde, com Pete Farndon (baixo), James Honeyman­Scott (voz, teclados e guitarra) e Martin Chambers (bateria). Da sua discografia destacam-­se os álbuns “Pretenders” (1979), “Learning to Crawl” (1984), “Packed!” (1990), “Last of the Independents” (1994).
 

O festival que "agita" os arredores de Lisboa

No ano passado, 35.000 pessoas assistiram aos oito concertos do festival edpcooljazz, segundo dados da organização. O cartaz contou com nomes como Seal, cujo concerto se destacou com dez mil espetadores, no Parque dos Poetas, ou Marisa Monte e Carminho, que foram aplaudidas por 6.000 pessoas, nos Jardins do Marquês de Pombal, também em Oeiras.

Ao longo de treze anos, o certame produziu “mais de 130 concertos”, tendo juntado “mais 300.000 pessoas”, segundo a organizadora do festival.

Veja também: