Publicidade:

Porto Street Stage 2018: corridas na Baixa

A Porto Street Stage traz de volta o entusiasmo das provas de rally. A prova vai consistir em dois quilómetros de prova na baixa da cidade Invicta.

Porto Street Stage 2018: corridas na Baixa
Informações sobre a classificativa

Dois anos depois, a cidade do Porto volta a estar incluída no figurino oficial do Rally de Portugal. A classificativa Porto Street Stage vai ter lugar a 18 de maio, em plena baixa portuense e estende-se por praticamente dois quilómetros.

O percurso vai começar no topo da Avenida Dom Afonso Henriques e termina junto ao Tribunal da Relação do Porto, ao lado do Jardim da Cordoaria. A extensão do percurso é de exatamente 1950 metros e vai ser disputada por duas vezes, ao longo da tarde do dia 18 de maio.

A classificativa realizou-se pela última vez há dois anos, como a etapa portuguesa pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis (WRC). Os pilotos vão também reconhecer o traçado no próprio dia, a partir do início da tarde, numa tentativa de minimizar o impacto do evento no habitual trânsito da cidade.

Mundial de Ralis: Porto Street Stage 2018

porto

A 6ª prova do Mundial de Ralis vai decorrer pelo norte de Portugal entre dos dias 17 e 20 de maio. Há dois anos, a classificativa portuense atraiu mais de 80 mil espectadores à baixa do Porto, e números semelhantes ou ainda mais altos são esperados para este ano.

Pode encontrar também algumas animações para preencher o tempo entre o reconhecimento do traçado pelos pilotos e o tempo de competição. A Câmara do Porto anunciou o alargamento das zonas destinadas ao público, num total de oito bancadas.

Novidades no traçado

Existem algumas novidades no percurso, relativamente a 2016.

Começando a prova na Avenida Dom Afonso Henriques, junto à Sé Catedral, os concorrentes vão descer até à Estação de São Bento e subir a Rua Sá da Bandeira. Cortarão então pela Praça D. João I, para entrar na Avenida dos Aliados onde está localizado o primeiro de dois saltos. As zonas de pião estão precisamente junto à Câmara Municipal, onde se espera a maior concentração de público.

O restante percurso implicará descer a Avenida até à Praça da Liberdade e subir a Rua dos Clérigos, contornando a Igreja. O segundo salto é precisamente antes do final da prova, entre o Jardim da Cordoaria e o Largo Amor de Perdição. Se está a pensar ir assistir à classificativa, esteja ciente das condições e informações de segurança. A prova promete levar o Porto ao topo do mundo da competição automóvel.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.

Também lhe pode interessar: