Prazo médio de reembolso de IRS reduz de 36 para 23 dias

O Ministério das Finanças apresentou em comunicado o balanço da campanha de reembolso do IRS em 2016. Conheça os números em pormenor.

Prazo médio de reembolso de IRS reduz de 36 para 23 dias
Balanço do reembolso 2016

O reembolso do IRS diminuiu o prazo médio de 36 para 23 dias, estando assim concluída a generalidade dos procedimentos associados à campanha de IRS 2016.

De acordo com comunicado do Ministério das Finanças, até 31 de agosto foram processadas 5.161.700 declarações de IRS, mais 162 mil que em igual período do ano anterior. Em 2016, o prazo de entrega das declarações de rendimentos foi único, independentemente da origem dos rendimentos dos contribuintes, e decorreu entre 1 de abril e 31 de maio.

O número de declarações liquidadas em cada escalão registou um aumento, exceto no primeiro escalão, no qual se verificou uma redução das declarações submetidas e liquidadas.

Do total de declarações entregues, 2,6 milhões deram origem a reembolso do IRS, correspondendo a um valor global de 2,56 mil milhões de euros, ou seja, mais 159 milhões de euros que no ano passado.

997 euros foi o montante de reembolso médio

1,77 milhões de declarações não originaram nem reembolso de IRS nem nota de cobrança e 829 mil declarações resultaram em notas de cobrança correspondendo a um valor global de 1,38 mil milhões de euros, mais 182 milhões de euros que no ano anterior.

A implementação da opção de confirmação da declaração Modelo 3 através do “IRS automático” incluiu mais de 806 mil contribuintes, o que permitiu, em caso de reembolso do IRS, uma redução significativa do prazo médio de reembolso.

Desta forma, o IRS 2016 registou um prazo médio de reembolso de 23 dias, sendo que no caso particular do “IRS Automático” o prazo médio registado foi de apenas 12 dias. Estes números comparam com o prazo médio de 36 dias registados no ano passado e os 30 dias no ano anterior.

Veja também: