Prestação da casa - Aumenta em Junho

Desde Junho de 2008 que não se assistia a uma subida tão significativa dos indexantes do crédito à habitação em Portugal, a qual afecta aqueles que fazem a revisão do seu crédito em Junho.

Prestação da casa - Aumenta em Junho

 

As subidas dos indexantes do crédito à habitação não param e desta forma continuam a aumentar as prestações mensais das casas.

Principalmente, para quem faz a revisão em Junho vai sentir o maior agravamento desde Junho de 2008.

Quem optou pelo indexante de curto prazo, ou seja, a Euribor a 3 meses, vai pagar mais 19 euros na prestação da casa, tendo como referência um crédito de 120.000 euros a 240 meses, com um spread de 1%. Relembre-se que em 2010, quem escolheu esta modalidade já sofreu aumentos de 41€ na mensalidade.

Tendo em conta a referência utilizada anteriormente, quem optou pela taxa a 6 meses verá a sua prestação subir em 26 euros. Esta é a escolha da maioria dos portugueses, apesar de nos últimos contratos de crédito habitação a tendência se ter alterado para a Euribor a 3 meses. Em 2010, os aumentos ascenderam ao valor de 42 euros.

Finalmente, apesar de ser uma escolha mais estável, a Euribor a 12 meses também é aquela que sofre um aumento superior e abala mais o orçamento familiar. Tanto assim é que a subida de acordo com o exemplo dado é de 54 euros.

A Euribor é uma taxa que influencia bastante o preço do crédito habitação e esta tem disparado nos últimos meses, o que afecta bastante o nível de vida das famílias portuguesas.

Estamos a chegar a um ponto em que o crédito habitação ultrapassa o nível que é considerado aceitável, daí muitas familias estarem a apostar no mercado do arrendamento.