Prestações da casa vão voltar a subir

Os portugueses que contrairam créditos à habitação e cujas prestações forem revistas este mês, irão sofrer um pequeno aumento, o que irá agravar ligeiramente a prestação da casa. Algo que se poderá inverter brevemente.

Prestações da casa vão voltar a subir
Portugueses vão sentir um ligeiro aumento no seu crédito à habitação

A economia portuguesa tem vindo a dar sinais de retoma nos últimos meses. A saída da troika de Portugal também tem ajudado a perceber que o país começa, gradualmente, a sentir alguns sinais de recuperação económica. Ainda assim, os portugueses ainda irão sentir a carteira apertada durante algum tempo.

Foi noticiado esta a prestação da casa vai voltar a subir. Assim sendo, os encargos mensais com o crédito à habitação sofrem neste mês de Junho um aumento ligeiro que varia entre os 0,5% e 1,6%.
Esta revisão em alta só é aplicada a quem revir o empréstimo da sua casa este mês, indo por isso sentir um aumento na sua prestação mensal, embora ligeiro.

Estes cálculos têm como base o exemplo de um empréstimo que ronde os 100 mil euros, por um prazo de 30 anos e um spread de 1%. A boa notícia é que todos os créditos indexados à Euribor a três meses vão reflectir um impacto mais reduzido.


Boas notícias para a semana?

Na próxima quinta-feira vai decorrer a usual reunião mensal de política monetária do Banco Central Europeu (BCE). Esta reunião pode trazer boas notícias, caso sejam anunciadas ao mercado novas medidas de estímulo económico que permitam travar a queda da inflação na zona euro. Estas decisões influenciarão o futuro dos juros do crédito à habitação, prevendo que o empréstimo da casa possa baixar novamente.