Quer receber a melhor informação sobre impostos ?

Inscreva-se já e receba todas as dicas e notícias atualizadas ao minuto.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Promessas e impostos a mais

As promessas são muitas, mas a verdade é que nenhuma é cumprida. Depois de todas as medidas de austeridade já implementadas, o Governo volta a anunciar um novo aumento de impostos.

Promessas e impostos a mais
As medidas de austeridade continuam a ser implementadas

Já há muito que os portugueses se fartaram das promessas do Governo, mas ainda assim o Executivo continua a estar na ordem do dia pelos piores motivos. A notícia avançada esta semana indica que o Governo de Passos Coelho apresentou o Documento de Estratégia Orçamental que prevê um novo aumento de impostos.

Numa altura em que a austeridade já atingiu limites insustentáveis e tem levado muitas famílias portuguesas à falência, os portugueses questionam-se sobre as promessas que haviam sido feitas nos últimos tempos sobre o não aumento de impostos. Se analisarmos as declarações do Governo nos últimos meses, podemos encontrar frases como “não haverá aumento de impostos em 2015”.


IVA e TSU

Este aumento de impostos agora noticiado recai sobre o aumento do IVA de 23% para 23,25% e também o aumento da Taxa Social Única (TSU). A justificação para estas novas medidas de austeridade passa pela “necessidade de financiar em 40% as pensões”, conforme explica Pedro Mota Soares, reforçando ainda a ideia de que este foi o “caminho” mostrado pelo Tribunal Constitucional.

De relembrar que, ainda no Verão passado, Passos Coelho referiu que  “não acredito que o país aguente mais impostos”.


Veja também: