Quer receber a melhor informação sobre impostos ?

Inscreva-se já e receba todas as dicas e notícias atualizadas ao minuto.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Recibos verdes: Agora são electrónicos

Ministério das Finanças informa que a partir de amanhã entram em vigor os "recibos verdes electrónicos".

Recibos verdes: Agora são electrónicos

Este novo sistema do recibo electrónico faz parte do "Plano para a Qualidade no Serviço ao Contribuinte".

 

Segundo o Governo, a utilização das tecnologias da informação e comunicação  na Administração é uma medida reconhecida em todo o mundo como uma óptima estratégia para aproximar os cidadãos da Administração Pública.

 

Para os trabalhadores independentes deixa de ser necessária a compra da caderneta de recibos verdes, uma vez que poderão passá-los a preencher através da Internet.

 

Para não ficarem dúvidas, fica desde já o esclarecimento prestado pelo Ministério quanto à obrigatoriedade de emitir um recibo electrónico. Só é obrigatória a emissão de um recibo verde electrónico a partir de 1 de Janeiro de 2011 para aqueles contribuintes que já são obrigados a entregar as declarações de IRS/IRC e IVA através da Internet, o que significa que é facultativo para os restantes contribuintes.

 

FIQUE ATENTO:
Se quer receber mais notícias gratuitas como esta, basta registar-se no E-Konomista. Toda a informação sobre recibos verdes actualizada ao minuto.

Para os que não são obrigados a entregar as declarações de forma electrónica, poderão mesmo assim aderir a este novo sistema ou então continuar a comprar no serviço das Finanças recibos sem preenchimento em suporte papel.

 

Este novo sistema do recibo verde electrónico é gratuito, tendo a vantagem de o contribuinte já não ter que comprar a caderneta de recibos, além de eliminar os custos de envio do mesmo, revelando-se um óptimo contributo para uma maior eficácia das actividades económicas e assim os contribuintes não terem tantos custos no cumprimento dos seus deveres fiscais.

 

Veja também: