AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

A era em que os robôs roubam emprego

O avanço da tecnologia é o ponto de partida do novo livro de Martin Ford, que lembra a ameaça de um futuro sem emprego.

A era em que os robôs roubam emprego
Ficaremos sem empregos no futuro?

Quais são os empregos do futuro? Quantos haverá? E quem vai consegui-los? Os robôs andam a roubar empregos? São algumas das questões levantadas neste livro que aborda a evolução tecnológica como eliminadora e criadora de postos de trabalho que cada vez mais são ocupados por máquinas: "À medida que a tecnologia continua a acelerar e as máquinas começam a saber cuidar de si próprias, menos pessoas serão necessárias."

O autor explica ao longo da sua obra como os robôs roubam emprego e como o avanço da tecnologia da informação poderá resultar no desemprego em massa e também na desigualdade.

Martin Ford, o empreendedor de Silicon Valley, fala de uma tendência já evidente que se verifica, por exemplo, nas caixas multibanco e no pagamento automático nas caixas de supermercado onde a ação humana foi substituída por máquinas. O autor vaticina ainda que na próxima década mais robôs roubarão emprego com o surgimento de novas e mais formas de automação.

O autor norte-americano faz referência à rapidez da tecnologia e da automatização como uma ameaça ao emprego.  Martin Ford diz mesmo que os robôs estão a roubar os empregos às pessoas e  que a área de prestação de serviços será a mais afectada.

Ford dá também como exemplo as grandes unidades industriais onde os robôs já roubaram o emprego a pessoas e aponta a possibilidade da tecnologia usada nos automóveis não tripulados chegar ao ramo dos transportes.

Veja também: