Ryanair quer bilhetes a zero euros

Michael O’Leary, o controverso CEO da companhia aérea Ryanair, tem novo plano: bilhetes a zero euros.

Ryanair quer bilhetes a zero euros
Este é o objetivo do CEO da Ryanair

Conseguir bilhetes a zero euros é o próximo objetivo de Michael O’Leary, o CEO da companhia aérea low cost. Quando, a certa altura, ponderou a possibilidade de começar a cobrar os passageiros por irem à casa de banho durante a viagem de avião, o irlandês foi muito criticado, mas agora parece ter tido uma ideia melhor. O seu plano é conseguir, num prazo de 5 ou 10 anos, que os passageiros consigam viajar de borla.


Bilhetes a zero euros: a visão de Michael O’Leary

O CEO da Ryanair considera que este objetivo é exequível a partir de protocolos e acordos com restaurantes, cafés e lojas dos aeroportos. Segundo O’Leary, uma vez que são as companhias aéreas que dão quase a totalidade de negócio a estes estabelecimentos comerciais, é possível encontrar uma forma de unir esforços, beneficiando os passageiros. Sublinha ainda que os aeroportos são, hoje em dia, verdadeiros centros comerciais, pelos que a ideia faz todo o sentido.

Embora o CEO da Ryanair concorde que a ideia não será fácil de implementar em muitos aeroporto, relembra que, em alguns casos - aeroportos mais pequenos, especialmente - este tipo de acordo pode beneficiar todas as partes.

A companhia low cost apresenta atualmente um valor médio de 46€ por bilhete de passagem aérea, embora O’Leary admita que o Brexit possa obrigar a alguns aumentos nos preços, principalmente no que se referes às taxas.

Veja também: