Quer receber a melhor informação sobre impostos ?

Inscreva-se já e receba todas as dicas e notícias atualizadas ao minuto.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Sabia que trabalha meio ano só para pagar impostos?

O aumento da carga fiscal faz com que os portugueses trabalhem mais de seis meses só para fazer face ao pagamento de impostos. Uma tendência que se virifica em quase toda a Europa.

Sabia que trabalha meio ano só para pagar impostos?
São precisos seis meses de trabalho para fazer face à carga fiscal

Em 2013 já tinha sido noticiado que os portugueses trabalham meio ano só para pagar impostos, mas este ano as notícias chegam-nos ainda mais pesadas. 
Segundo o "The tax burden of typical workers in the UE 28", da organização New Direction - Fundação para a Reforma Europeia, os portugueses trabalham os primeiros seis meses só para pagar impostos. Tal já acontece, pelo menos, desde 2011. A única diferença é que em 2014, devido ao aumento da carga fiscal, toda a população activa terá de trabalhar mais 8 dias do que em 2011 para fazer face a todas as despesas fiscais.


6 de Junho: o dia da libertação

À luz do estudo europeu, os portugueses ficam livres de impostos no dia 6 de Junho, sendo que o rendimento ganho a partir daí é, de facto, verdadeiramente o rendimento líquido do ano.


Ranking europeu: Portugal em 7º

Analisando o ranking, Portugal é o sétimo país das 28 economias da União Europeia a celebrar o Dia da Libertação de Impostos. O primeiro a conseguir livrar-se da carga fiscal é o Chipre, a 21 de Março. Depois seguem-se Malta e Irlanda a 28 de Abril e o Reino Unido, Bulgária e Luxemburgo a 12 de Maio.

De uma forma geral, a verdade é que nos últimos anos, mais precisamente desde 2010, os impostos têm subido na europa de forma significativa. Uma tendência que ainda não viu dias diferentes.


Veja também: