AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Salários aumentam em 2016, mas menos que em 2015

2016 vai trazer aumento de salários, mas as empresas revelam que serão inferiores aos aumentos registados este ano.

Salários aumentam em 2016, mas menos que em 2015
Classes mais altas vão ser mais penalizadas

Numa altura em que começa a falar-se de retoma e à porta de umas eleições legislativas que serão determinantes para o rumo do país nos próximos quatro anos, é notícia de que em 2016 existirão possíveis aumentos salariais, mas inferiores aos aumentos registados este ano

O estudo "Total Compensation Portugal 2015" da consultora Mercer, revela que para 2015 a estratégia já foi diferente da aplicada em 2014, sendo que as empresas optaram por centrar esforços nos quadros superiores, chefias intermédias e nos comerciais/vendas, cortando no topo”. É importante relembrar que em 2014, “os diretores gerais, administradores e diretores de 1.ª linha foram os cargos mais generosamente contemplados com os aumentos dos salários decididos pelas empresas”.

Para 2016, o cenário volta a alterar-se. Sabe-se que a “generalidade das categorias funcionais, com execução dos comerciais/vendas, poderá sofrer um aumento que deverá situar-se no mesmo valor médio deste ano: 1,23%. Já o aumento médio dos salários dos quadros superiores, que foi este ano de 1,39%, deverá ficar-se por 1,23%”.

Tiago Borges, responsável pela área de estudos de mercado da Mercer revela que “existe uma tendência notória com fim de tornar os salários cada vez mais uniformes, sendo que, no entanto, há também uma tendência para uma maior penalização dos níveis funcionais com maior responsabilidade”, conclui.


Veja também: