Samsung suspendeu temporariamente a produção do Galaxy Note 7

A fabricante tecnológica sul-coreana suspendeu a produção do Galaxy Note 7 com o objetivo de se precaver contra mais queixas.

Samsung suspendeu temporariamente a produção do Galaxy Note 7
Mais vale prevenir do que remediar.

A Samsung voltou a receber queixas relativamente a explosões, desta vez nos telemóveis de substituição. Para além disso, também já há operadoras a cessar a venda destes dispositivos.
De forma a precaver-se contra esta situação e a minimizar os riscos que corre pela utilização dos dispositivos, a fabricante sul-coreana decidiu suspender a produção do Galaxy Note 7. A informação surgiu através de uma fonte da Bloomberg, que pediu para não ser identificada uma vez que a empresa ainda não tornou pública esta decisão.

A suspensão oficial do fabrico dos Galaxy Note 7 pode surgir poucos dias depois da T-Mobile US e da Telstra terem suspendido a venda destes equipamentos. Recorde-se que há várias semanas que tem vindo a ser noticiado a explosão de baterias em alguns Galaxy Note 7 quando estes estavam a carregar. Problema que motivou um comunicado oficial da Samsung a 2 de setembro a admitir o problema.

Embora ainda não se conheça ainda a data de suspensão da produção ou até mesmo as razões que motivaram esta decisão, não será uma surpresa para muitos, tendo em conta os problemas que têm assolado o smartphone. 

Este poderá mesmo vir a ser o maior fenómeno de autodestruição de uma marca na história recente do mundo tecnológico, como afirma Eric Schiffer da Reputation Management Consultants.


Veja também: