Tire proveito dos bancos

Nada é perfeito. Tudo tem as suas vantagens e desvantagens. A crise não foge à regra e assim como tem o seu lado menos bom, que nos faz ficar receosos quanto ao futuro, pode também ser vista como uma oportunidade. Exemplo disso são os depósitos a prazo que podem chegar a apresentar taxas de juro de 8% a 9%.

Tire proveito dos bancos

Para quem tem capital para investir, este é um bom momento para isso, pois as opções existentes são bastante atractivas.

 

No que respeita aos depósitos a prazo, estes são o produto financeiro eleito pelos portugueses, exactamente porque indo ao encontro da opinião de entendidos em finanças pessoais, os depósitos a prazo têm pouco risco associado e os portugueses são por norma conservadores.

 

O que se passa actualmente é algo raro, pois se bem se recorda, há bem pouco tempo, a taxa de juro destes depósitos oscilava entre 1% e 2% e agora, dependendo do capital e do prazo, existem taxas de juro que variam entre 8% e 9%.

 

Apesar de ser uma excelente oportunidade para investir, é preciso ter bem em mente que é sempre crucial procurar toda a informação necessária. 

 

Se a diferença entre as taxas de dois bancos for muito grande é porque algo não estará bem, ou seja, quem está a oferecer uma melhor taxa de juro, está a fazê-lo pela necessidade de competir de forma mais agressiva pela sua menor dimensão em relação a outros; ou trata-se de alguma campanha especifica ou então o banco poderá estar numa situação débil e daí oferecer taxas tão altas e suspeitas.

 

Continuar a Ler