Troque de crédito habitação

Esta é a proposta da Caixa Geral de Depósitos que permite trocar de crédito se o que tem actualmente é muito pesado para os seus rendimentos, ou então o banco também lhe dá a hipótese de arrendar a casa. Vamos aos pormenores.

Troque de crédito habitação

O banco público revoluciona o crédito habitação e lança uma iniciativa inovadora para quem está sobrecarregado com o empréstimo da casa.

O objectivo é proteger a habitação das familias e travar o crédito malparado que não pára de bater recordes.

Existem duas opções que a CGD propõe:

  • Venda da actual casa aos fundos de investimento imobiliário para arrendamento da CGD e arrendam outra casa do fundo com uma renda mais baixa, ficando com o direito de recompra do imóvel. Além de terem um encargo mensal mais baixo, com esta opção as familias deixam de ter despesas como o condomínio e o imposto municipal sobre imóveis (IMI).
  • A outra opção é vender a actual casa e comprar outra casa da CGD mais barata, o que pressupõe um novo crédito habitação com encargos mais ajustados à actual situação financeira. As condições de financiamento seriam as mesmas que as aplicadas no contrato anterior.

Ainda nesta temática da habitação, de forma a percebermos o quão dificil é suportar um encargo com a casa é que tem se assistido a um fenómeno surpreendente: o de familias partilharem casas arrendadas nas grandes cidades como Lisboa e Porto, ficando cada familia num quarto.