Simulador de Crédito - Milhares de Portugueses já experimentaram!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

SIMULAR

Vai gastar menos este Natal?

No fundo esta foi a questão feita pela consultora Deloitte, em 18 países na segunda e terceira semana de Setembro, tendo sido divulgados os resultados esta semana. Apesar do poder de compra ser cada vez menor, a intenção de consumo no Natal não sai assim tão afectado por tal realidade.

Vai gastar menos este Natal?

Mesmo com o corte de 50% ao subsidio de Natal, os portugueses não vão refrear o consumo e prevêm gastar 530 euros nesta época festiva, o que representa menos 8% que no ano passado, valor esse pouco significativo.

Já na Grécia o cenário é bem diferente já que o corte no orçamento dos consumidores para a época natalícia chega aos 22% (319 euros).

Tendo em conta a situação de contracção económica que se vive, era esperado que o consumo também se contraisse, mas como o Natal assume uma elevada importância para os consumidores portugueses, os gastos permanecem altos. Prova disso é que noutros países, a expectativa de consumo na época natalícia é inferior à nossa, como é o caso da Alemanha, em que os consumidores esperam gastar 449 euros e na Holanda, o valor fica pelos 260 euros.

Este estudo divulgado agora, foi realizado pela consultora Deloitte, que o fez junto de 18 países, na 2ª e 3ª semana de Setembro.

Compreende-se que esta quebra no consumo seja explicada, principalmente, pelo imposto especial sobre o subsídio de Natal e pelo clima económico que se vive um pouco por toda a Europa. Alguns portugueses mencionam também que irão reduzir despesas no Natal devido ao receio de perder o emprego.

Ressalve-se que o valor que é expectável gastar este ano no período de Natal, ou seja, 530 euros é o valor mais baixo em 6 anos, o que mostra que os portugueses, no Natal, "perdem completamente a cabeça".