Venda de casas usadas aumentou

O abrandamento da construção faz com que as casas novas sejam cada vez mais escassas para venda e que as casas usadas tenham batido um recorde de vendas.

Venda de casas usadas aumentou
Recorde de venda de casas usadas foi batido em 2015
  • O mercado imobiliário está em mudança.

Decore a sua casa sem limitações com um Crédito Lar e RecheioDesde há sete anos para cá que não se vendiam tantas casas usadas. O recorde foi batido em 2015, com a venda de cerca de 86 mil casas usadas. Este número representa um aumento de cerca de 33,6 por cento em relação ao ano anterior (2014). Os dados são do INE – Instituto Nacional de Estatística e ilustram bem a situação do mercado atual. 

Relativamente às casas novas, as vendas foram significativamente inferiores, situando-se, em 2015, nas 21 mil. Face ao ano anterior, a subida foi apenas de 7,6 por cento.
 
Uma das justificações para isto acontecer é o fato de não haver reposição de stocks. Segundo declarações do presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), Luís Lima, “2015 foi mesmo o ano das casas usadas”. Não havendo renovação de stocks, tudo o que é usado acaba por ter mais saída. Luís Lima refere ainda que “há zonas de Lisboa e do Porto, como o Parque das Nações ou o centro histórico, que já quase não têm oferta. Até no Algarve, por exemplo, em Vilamoura, os stocks de novos estão a acabar”.

Também lhe pode interessar: Como obter o melhor spread

Feitas as contas, apenas 20 por cento das casas que foram vendidas o ano passado são novas, sendo “o valor percentual anual mais baixo da série desde 2009”.

Estes dados trazem outro tipo de questões, como por exemplo o aumento do valor das casas usadas. "O valor das vendas de alojamentos novos tem mantido uma maior estabilidade do que as existentes”, conclui.
Descubra a casa dos seus sonhos agora mesmo!
Veja também: