Venda de carros novos cai pela primeira vez nos últimos quatro anos

As vendas de carros novos decresceram em março, mas mantiveram a tendência positiva nos primeiros três meses de 2017.

Venda de carros novos cai pela primeira vez nos últimos quatro anos
Mercado automóvel decresce 2,2% em março

As vendas de novos carros em Portugal estão em queda pela primeira vez desde maio de 2013. De acordo com os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), em março de 2017, foram matriculados 30.006 veículos automóveis, o que representa um decréscimo de 2,2% face a igual mês do ano passado.

A penalizar as vendas no sector automóvel estão os automóveis ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros. Em março foram matriculados em Portugal 25.974 veículos ligeiros de passageiros, o que representa menos 1,8% do que no mês homólogo do ano anterior. Mesmo assim, a queda de veículos comerciais ligeiros foi bem mais acentuada. Segundo a ACAP, foram comercializados 3.544 unidades, o que traduz uma descida de 7,2%.

O único segmento que não está no vermelho são as vendas de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, que em março de 2017 registou um crescimento de 21,1%, com 488 veículos vendidos.

Recorde-se que, no ano passado, foram matriculados 26.459 automóveis em março, o que representou uma subida de 31,8% das vendas do mercado ligeiros de passageiros face a igual mês de 2015. Esta subida tão significativa foi justificada com o facto de março ter sido o mês que antecipava a entrada do Orçamento do Estado para 2016, onde estava previsto o aumento de impostos para o sector, como o Imposto Sobre Veículos e Imposto Único de Circulação. Uma alteração fiscal que levou os portugueses a anteciparem a compra de carro novo.

Vendas de carros novos da Renault sobem 7,8%

A Renault, Peugeot, Volkswagen, Mercedes-Benz e BMW continuam a liderar o ranking das marcas de automóveis ligeiros de passageiros mais vendidas em Portugal. No entanto, das três primeiras marcas apenas a francesa Renault obteve um crescimento das vendas em março comparativamente com o período homólogo. A Renault matriculou 3.805 veículos ligeiros de passageiros novos.

A Peugeot e a Volkswagen venderam 2.538 e 1.890 unidades, respectivamente, menos 2,8% e 6,6% que em março de 2016. Na quarta e quinta posição surgem as duas fabricantes primium alemãs – Mercedes e BMW -, que também registaram uma quebra das vendas de novos carro no mês passado.

 

Vendas de veículos de ligeiros de passageiros em Portugal (em unidades)
Ano 2017 Ano 2016 %
Renault 3805 3529 7,8
Peugeot 2538 2610 -2,8
Volkswagen 1890 2024 -6,6
Mercedes-Benz 1713 1832 -6,5
BMW 1596 1743 -8,4
Fiat 1747 1703 2,6
Opel 1529 1700 -10,1
Nissan 1557 1532 1,6
Citroën 1218 1198 1,7
Ford 1042 986 5,7
Audi 891 920 -3,2
Seat 830 745 11,4
Toyota 1114 980 13,7
Kia 691 738 -6,4
Dacia 581 624 -6,9
Fonte: ACAP

 

Vendas de carros novos no trimestre mantém-se positivas

Apesar da queda registada em março, no primeiro trimestre do ano foram vendidas mais 2,9% novas viaturas, o que representa 69.773 novas matriculas face aos primeiros três meses de 2016.

Nos automóveis ligeiros de passageiros foram comercializadas 59.863 unidades, o que se traduziu numa variação positiva de 2,5%. Também os veículos comerciais ligeiros registaram um aumento de 7,1%, no período de janeiro a março de 2017, tendo sido vendidos 8.641 veículos.

Em relação às vendas de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, embora em março tenha havido um aumento, no global do trimestre foram apenas matriculadas 1.269 unidades, o que representa uma quebra de 2,3% face a igual período homólogo de 2016.

Veja também: