Resultados de The Coolunista:


Eu era a criança mais insuportável à face da terra. "Tão mexidaaaaa", diziam eles (termo para hiperactiva nos anos 80). Desesperada a minha mãe colocou-me no ballet, para logo me "convidarem a sair". Arrumei as pontas, mas danço até hoje. Ainda guardo a faixa de Miss Setúbal, mas cedo descobri que "paz no mundo" é só para meninos.

Entertainer, é o que sou! Há falta de outra coisa chamei-lhe Jornalismo. Com tamanha propensão para o glitz and glam, só a televisão me deu o "Luzes, câmara e acção" que precisava. Por isso, sou viciada na caixinha mágica, nunca digo não a um reality show e não consigo mudar de canal quando está a dar, pela milionésima vez, o Sexo e a Cidade. Guilty Pleasure? Ver over and over again o Dirty Dancing (sei todas as deixas de cor). É frequente cair na rua e quando passeio a minha filha de quatro patas acontecem as maiores surrealidades. Adoro chocolate e choco frrrite (ler em setubalense, de onde vem a minha regionalidade), mas não me dêem sushi nem marisco (olha os leitores a irem embora!).

Encontrei no universo feminino a minha missão: partilhar, aprender e ajudar. Nasceu o The Coolunista, para me sentir mais eu, mais em sintonia com a minha essência. Despida de formalismos ou preconceitos, serei EU. A mulher. Apaixonada de coração pela vida, pelos outros. Quero falar-vos de beleza, moda, saúde e comportamento de forma informativa, mas sempre COOL. Quero contar-vos histórias, partilhar experiências, dicas e muitas emoções. Ouvir o som de outras vidas. Emocionar-me com as palavras no ecrã.

Por isso, hoje, aqui existo, no blog e no Youtube para dar corpo e cor a este diário visual.
Uma espécie de jornal-pessoal, onde ditarei as manchetes, escreverei os destaques e darei conta das novidades. Desenharei caracteres sobre o tudo e o nada. Numa ode à "Coolness", sobre tudo o que me apetecer (finalmente!), com um toque de irreverencia, modernidade e muito humor (quem já me ouviu rir sabe do que estou a falar!)

Aqui serei a mesma miúda que um dia veio para Lisboa à procura dos seus sonhos. Acreditando que um dia eles podiam tornar-se realidade... Já disse que sou uma eterna optimista?!

Do blog para o Youtube, o meu sonho mantém-se: um dia vou roubar o lugar à Cat Deeley e apresentar o So You Think You Can Dance. "Pró'Palco" é o meu mantra!