Publicidade:

Adeus, Windows Phone. Microsoft propõe que mude para a concorrência

A Microsoft já anunciou que vai interromper a produção dos modelos Windows Phone, aconselhando os utilizadores a optarem por outros softwares.

Adeus, Windows Phone. Microsoft propõe que mude para a concorrência
O software móvel vai terminar

A Microsoft já anunciou o fim do Windows Phone depois de perceber que essa produção já não compensava. Para além da interrupção da produção dos próprios telemóveis, também os updates e o centro de ajuda e suporte vai terminar.

O Windows Phone vai acabar


smartphone

A Microsoft já tomou a decisão e anunciou-a na sua página oficial, disponibilizando respostas a uma série de questões que podem ser levantadas pelos utilizadores. Na verdade, a empresa chega mesmo a aconselhar as pessoas a “optar por smartphones Android ou iOS”.

De facto, em termos de vendas, a quantidade de produtos Android ou Apple comercializados a nível mundial ultrapassa, em muito, os smartphones que têm o Windows 10 como software. Esse foi um dos fatores que mais pesou na decisão final da Microsoft, um passo que a empresa considerava inevitável.

Por isso, a partir do dia 10 de dezembro de 2019, todas as atualizações de sistema – que envolvem questões de ajuda e suporte, correção de erros e updates de segurança – serão interrompidas, pelo que os utilizadores de telemóveis Windows 10 não serão mais elegíveis para as receber.

No entanto, se for detentor de um Lumia 640 ou Lumia 640 XL, esse suporte irá terminar mais cedo. A partir de 11 de junho de 2019, a Microsoft irá dar por terminado todo o sistema de ajuda e updates. Contudo, a empresa alerta para o facto de outras entidades poderem assumir o desenvolvimento de atualizações desse software, mas desmarca-se de qualquer tipo de responsabilidade, afirmando que “vai seguir em frente”.

De acordo com a Microsoft, a produção de telemóveis equipados com Windows 10 já terminou definitivamente, pelo que os esforços da empresa recaem agora no apoio aos utilizadores que têm um desses smartphones. Ainda que todas as atualizações terminem, quem tem Windows Phone poderá continuar a utilizar os telemóveis mesmo depois de 10 de dezembro.

Esta decisão recai, única e exclusivamente, sobre o software móvel, não estando previstas quaisquer tipos de alterações no que diz respeito a computadores desktop, tablets e portáteis.

Veja também: