Publicidade:

Albufeira do Azibo: conheça o oásis do nordeste transmontano

No extremo nordeste de Portugal, a 40 quilómetros de Bragança, está a Albufeira do Azibo. Repleta de atividades, é um destino a não perder no interior.

Albufeira do Azibo: conheça o oásis do nordeste transmontano
A albufeira do Azibo é um paraíso natural

A região de Trás-os-Montes é muito mais do que muros frios, terras altas e despovoadas. É riquíssimo na História e nas gentes e isso devia ser o melhor cartão de visita. Mas para além disso, por entre vales profundos de terras agrícolas está a albufeira do Azibo, um dos ex-libris de Macedo de Cavaleiros.

Azibo entre as maravilhas de Portugal


azibo

A barragem do Azibo foi construída nos anos 70/80, com o propósito de abastecer de água os campos agrícolas da região, mas também as populações, é a maior barragem em terra da Europa e uma das 7 maravilhas de Portugal. Pelas características do clima do nordeste transmontano, a albufeira do Azibo está rodeada de vegetação mediterrânica e atlântica, como castanheiros, oliveiras, sobreiros, carvalhos, que enriquecem a paisagem e lhe conferem características únicas para albergar várias espécies de aves.

Além de vários percursos pedestres, inseridos no Ecopark do Azibo, existem duas praias fluviais que atraem centenas de pessoas todos os anos – a praia fluvial da Ribeira e a praia fluvial da Fraga da Pegada.

Ambas com bandeira azul e vigiadas, dispõem de bons acessos para pessoas com mobilidade reduzida, para além de uma série de serviços e atividades que as tornam absolutamente apetecíveis nos dias quentes do verão transmontano. Restaurantes, zonas de piquenique, parques infantis e claro, as infindáveis opções para os amantes de desportos aquáticas (desde kart bike, vela, windsurf, remo, canoagem, etc) tornam deste local um espaço aprazível para se divertir e descansar.

Aliás, a Albufeira do Azibo recebeu o “Prémio Cinco Estrelas Regiões”, um sistema de avaliação que mede o grau de satisfação que produtos, serviços e marcas de origem portuguesa conferem aos seus utilizadores, tendo como critérios de avaliação as 5 principais variáveis que influenciam a decisão de compra dos consumidores: satisfação pela experimentação, relação preço-qualidade, intenção de compra ou recomendação, confiança na marca e inovação.

Muito para visitar

Azibo

Se ficou com vontade de explorar esta zona, aproveite os fins de semana antes dos meses de julho e agosto, altura em que esta zona enche e claro, aproveite também para explorar a região. Macedo de Cavaleiros oferece várias opções para quem não é apreciador de praia:

  • Visite Podence e descubra tudo sobre a tradição dos Caretos as figuras barulhentos que se vestem a rigor para sair atrás de mulheres solteiras no Carnaval;
  • Passeie pela aldeia de Vale Pradinhos e descubra tudo sobre o vinho Valle Pradinhos;
  • Suba até Santa Combinha, uma aldeia com fantásticos percursos pedestres e um miradouro que proporciona paisagens de tirar o fôlego sobre a Albufeira do Azibo;
  • Aproveite as inúmeras atividades proporcionadas pelo Geopark, Terras de Cavaleiros.

Para além destes passeios a poucos minutos de distância de Macedo de Cavaleiros, pode sempre incluir uma visita a Mirandela (a pouco mais 35 quilómetros de Macedo de Cavaleiros). Se preferir dar uma volta maior deve incluir no seu trajeto uma visita à medieval Bragança (a cerca de 50 quilómetros), descendo até Miranda do Douro. Aqui, aproveite para conhecer os encantos do Parque Natural do Douro Internacional, e desfrute de paisagens únicas na raia com a vizinha Espanha.

Como ir?
Para chegar a Macedo de Cavaleiros vindo do Porto, deve apanhar a A4 no sentido Bragança. Se vier de Lisboa siga pela A23 até à guarda, aí apanhe a A25, e depois o IP2 no sentido Bragança.

Onde ficar?
Se quiser explorar a zona da albufeira do Azibo, escolha ficar nas redondezas, na casa do Azibo ou nas Casas de Campo Podence. Se preferir explorar não só a barragem como a região escolha ficar no centro de Macedo de Cavaleiros, no Hotel Muchacho ou no Solar Morgado de oliveira.

Onde comer?
O Restaurante Azibo ou A Dona Antónia podem ser boas opções. mas a probabilidade de entrar num restaurante qualquer da região e sair de lá bem servido é bastante elevada.

Veja também: