Publicidade:

Marialva: uma aldeia histórica no coração da Beira Interior

A escassos minutos da cidade de Mêda, encontramos a Aldeia de Marialva, um local histórico que, até hoje, representa o melhor da ancestralidade portuguesa.

Marialva: uma aldeia histórica no coração da Beira Interior
É uma das 13 Aldeias Históricas portuguesas

Imagine-se a percorrer um local histórico, até hoje preservado e ladeado por muralhas ancestrais e até por um castelo. A Aldeia de Marialva não passa despercebida e tem muito por descobrir. Dizemos-lhe o que visitar na aldeia e na região, para que se sinta parte da História de Portugal.

Aldeia de Marialva: volte atrás no tempo


Marialva está a cerca de 7 km de Mêda, na Guarda. É uma das principais atrações por quem lá passa, fruto da sua paisagem e envolvência tão características. A Aldeia de Marialva é uma das 13 Aldeias Históricas do país e ainda tem muito para contar – a par de outras como Piodão, por exemplo.

aldeia de marialva

Uma aldeia de conquistas

Para contar a história da Aldeia de Marialva, temos de recuar ao séc. VI AC, quando os Túrdulos (uma tribo que pertencia aos povos Lusitanos) fundaram, no mesmo local, a cidade de Aravor – que foi mais tarde conquistada pelos Romanos.

De Aravor, passou a ser conhecida como Civitas Aravorum, batizada pelos imperadores Adriano e Trajano que passaram a governá-la – ainda que por pouco tempo, já que os Visigodos foram o povo que se seguiu na consquista da cidade.

Só com a ocupação dos árabes é que o local passou a ser conhecido como Malva, designação que mais se aproxima ao nome atual da aldeia. Só com Fernando Magno, rei de Leão (e responsável pelo início da Reconquista Cristã da Península Ibérica), é que o nome Marialva foi oficializado.

Com as guerras resultantes da Reconquista, Marialva acabou por ficar despovoada, mas é então que, em 1179, D. Afonso Henriques manda repovoar o local. Mais tarde, D. Sancho I, filho sucessor, reedificou o castelo e, partir daí, é história.

Marialva divide-se em 3 núcleos distintos:

  • Cidadela: diz respeito à vila que existia no interior do castelo e que, hoje em dia, está despovoada;
  • Arrabalde: prolonga-se para além das muralhas, onde se podem encontrar igrejas, capelas, entre outras habitações rurais;
  • Devesa: é a zona de arvoredo que se estende até à ribeira de Marialva.

O que visitar

Há uma série de locais históricos que deve conhecer quando visita a Aldeia de Marialva. À primeira vista, podem nem parecer importantes, mas a verdade é que foram palco de grandes marcos na história portuguesa e, como tal, merecem uma visita:

Antiga Câmara Municipal

Situada no Largo da Praça, este é um representante fiel da arquitetura da altura.

Capela de Nossa Senhora de Lourdes/São João Baptista

Situada no exterior da muralha, perto da Porta do Anjo da Guarda, esta capela estava enquadrada ente vestígios do Convento dos Templários.

Capela de Santa Bárbara

Um pequeno templo e, em simultâneo, um miradouro sobre a Devesa.

Capela do Senhor dos Passos

Esta é uma capela que não deve deixar de visitar pela sua decoração interior, própria do estilo maneirista.

aldeia de marialva

Cisterna Quinhentista

Situada no Largo do Pelourinho, esta cisterna garantia o abastecimento de água para a Cidadela.

Igreja de São Pedro

Um marco histórico na Aldeia de Marialva e outra fiel representação do estilo maneirista.

Igreja de Santiago

Um exemplo de que dois estilos podem coexistir: o maneirista e o joanino.

Porta do Anjo da Guarda

Também conhecida como Porta de São Miguel, esta é a principal entrada da Cidadela.

Todos os cantos da Aldeia de Marialva são icónicos e absolutamente imperdíveis. A melhor altura para visitar a aldeia é sem dúvida durante o mês de maio. Porquê? Porque de 18 a 20 desse mês acontece o Mercado de Marialva, evento organizado pelo Município de Mêda que recria um dos períodos mais prósperos de Marialva.

O ambiente é muito medieval e estende-se por toda a cidade, inclusive ao castelo. Aproveite para viajar no tempo por entre um mercado de produtos regionais, momentos musicais e teatrais que remontam à Idade Média, para além de recriações de batalhas da altura – à semelhança do que acontece na Viagem Medieval, em Santa Maria da Feira.

O que fazer em Mêda


Apesar da Aldeia de Marialva ser uma das Aldeias Históricas de Portugal que não deve perder, a verdade é que também a região de Mêda merece a sua atenção, por isso deixamos-lhe algumas sugestões.

Centro Histórico de Mêda

Como em qualquer outra região, o centro histórico é um local que não deve faltar no seu roteiro. Para além de poder visitar a Igreja Matriz do séc. XVI, pode ainda passar pela Torre do Relógio, pela Fonte do Espírito Santo e também pelo Solar dos Casas Novas.

Museu Municipal

Também ele situado no centro histórico de Mêda, este museu foi construído no antigo edifício da Cadeia. Para além de poder conhecer os momentos mais históricos da cidade, pode também ficar a par da coleção etnográfica da região.

Lojas e outros locais artesanais

Mêda é conhecida pela produção de olaria, linho, lã e cestaria, recorrendo a técnicas artesanais ancestrais que valem a pena conhecer.

Veja também: