Publicidade:

Alojamento para estudantes: dicas úteis e essenciais

Estamos na época do ano em que futuros universitários começam a fazer contas à vida e começam a procurar por alojamento para estudantes.

Alojamento para estudantes: dicas úteis e essenciais
O que precisa de saber

Já não falta muito para o ano letivo começar, especialmente para aqueles que vão passar a ser estudantes deslocados. É importante preparar a nova etapa da vida académica e pensar em oportunidades de alojamento para estudantes.

Normalmente começam agora a surgir mais anúncios e ofertas de alojamento para estudantes, mas convém analisar todas as possibilidades disponíveis e ficar com algumas dicas para evitar complicações futuras e gastos extra.

Alojamento para estudantes: possibilidades


Residência

Uma possibilidade que se torna atrativa, devido ao preço. O alojamento em residências universitárias é uma excelente hipótese. Contudo, implica um processo de candidatura e normalmente está associado a pedidos de bolsas de estudo universitárias. Informe-se junto da Ação Social da universidade/instituto para saber todas as condições.

Apartamento

Em cidades como Lisboa e Porto, esta é uma possibilidade algo remota, devido aos preços elevados de rendas que se têm vindo a praticar nos últimos tempos. Ainda existem exceções e estão a ser tomadas medidas para combater os excessos, mas tome nota que cidades periféricas podem ser uma possibilidade mais em conta para um apartamento (quer seja um T0 ou algo maior para partilhar), com boas redes de transportes e dependendo da localização do sítio onde se estuda, pode ser melhor do que viver no centro da cidade.

Outras cidades universitárias portuguesas continuam a ser uma possibilidade atraente, sobretudo para aqueles que pretendem iniciar uma vida mais independente. Mantenha-se informado sobre os apoios que existem para o arrendamento jovem.

alojamento para estudantes

Quarto

Talvez esta seja a forma mais popular de alojamento para estudantes. Alugar um quarto num apartamento partilhado, com acesso a áreas comuns fica mais em conta. É importante ter alguns cuidados: perceber o que a renda inclui, ou não (muitas vezes os custos com luz, água, internet, etc) são à parte; as condições do apartamento; se inclui casa de banho privativa; quantas pessoas o partilham, e claro, as regras de convivência.

Dicas úteis sobre alojamento para estudantes


  • É importante começar a procurar e visitar com tempo. Se o ano letivo começa a meio de setembro, início de agosto é uma boa altura para começar a ver e visitar;
  • Apesar de as colocações saírem pouco tempo antes das aulas começarem, ter uma pesquisa feita pode ser uma grande ajuda;
  • Para estudantes que estão a regressar às cidades onde estudam, quanto mais cedo melhor;
  • Defina um orçamento e zonas;
  • Algumas imobiliárias podem ser uma ajuda, assim como grupos no Facebook; e sites como o Uniplaces e BQuarto – também se encontram boas oportunidades em anúncios colocados em locais estratégicos, como placards nos pólos universitários, centros comerciais, cafés ou papelarias em redor da zona universitária.

Uma boa experiência no que toca ao alojamento é sempre uma grande contribuição para a criação de uma experiência estudantil positiva.

O que deve ter em conta antes de alugar um quarto/apartamento?

Tenho cuidado com o tipo de contrato que assina e se é pedida uma caução, a localização, se existe um senhoria com quem pode entrar em contacto em caso de problemas, até quando pode ocupar o quarto, etc. Há certos pormenores que contribuem para uma melhor convivência. O ideal seria, por exemplo, não ter de partilhar uma casa de banho com mais de 2 ou 3 pessoas, possuir uma caixa de poupanças conjunta para resolver uma despesa inesperada e manter um calendário de limpezas fixo. Prepare-se para visitar vários locais antes de encontrar ‘’o tal’’.

Em suma, eis o essencial para encontrar o alojamento para estudantes ideal:

  • procurar e visitar com tempo (preferencialmente antes do ano letivo iniciar);
  • definir um orçamento e comprar preços;
  • clarificar despesas “escondidas” com o senhorio para evitar surpresas desagradáveis;

Agora está na altura de pôr mãos à obra e encontrar a solução ideal para o seu budget e necessidades. Boa sorte!

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.

Saiba tudo sobre emprego