Publicidade:

Vale a pena subscrever o Amazon Prime Video em Portugal?

O serviço de TV por streaming da Amazon tem vindo a crescer a um bom ritmo. Saiba se já vale a pena trocar a Netflix pelo Amazon Prime Video em Portugal.

Vale a pena subscrever o Amazon Prime Video em Portugal?
Um serviço de TV por streaming que oferece mais do que filmes e séries

Amazon Prime Video assumiu-se rapidamente como uma das principais opções dos consumidores no mercado nacional, pouco atrás da tão famosa Netflix.

Segundo a Anacom, Portugal é dos países europeus com mais alto índice de consumo de televisão por subscrição. Só no primeiro semestre de 2018, 84,3% das famílias nacionais utilizavam serviços de TV por streaming.

A Netflix continua a ser o serviço mais requisitado e foi também o primeiro a entrar no nosso país, em 2015, mas as coisas estão a mudar. Novos “jogadores” estão a surgir, desde os que já estão associados a canais de televisão famosos, como a HBO – responsável por séries como “A Guerra dos Tronos” – aos que vêm do mundo da tecnologia, como a Apple TV que anuncia a sua chegada a Portugal para o final de 2019.

Saiba como o serviço da Amazon conseguiu tão rapidamente adeptos num mercado tão competitivo.

Amazon Prime Video: uma expansão natural do ecossistema Amazon


amazon prime video portugal

O Amazon Prime Video em Portugal está a ganhar adeptos. O serviço tem um interface muito intuitivo que dá continuidade às funcionalidades que a empresa já utiliza nos outros serviços que oferece, garantindo uma expansão natural do ecossistema da gigante Amazon.

Para além disso, apesar de ter chegado mais tarde ao mercado, disponibiliza algumas vantagens que outras plataformas mais afastadas do negócio tecnológico não conseguem oferecer.

A principal está relacionada com o serviço Prime da loja online Amazon, que garante aos seus clientes entregas rápidas entre um a três dias, com alguns portes grátis.

Quem contratar o Prime Amazon tem automaticamente direito a experimentar gratuitamente o Prime Video durante um mês, ficando com acesso aos eBooks do Kindle, ao Prime Music e ao Twitch Prime, que oferece recompensas gratuitas, jogos gratuitos e outros downloads exclusivos. Tudo isto trabalha a favor do serviço de TV streaming, já que o cliente fica com acesso a grandes vantagens dentro da loja Amazon.

Como funciona o Amazon Prime Video em Portugal


Para reproduzir os conteúdos do Amazon Prime Video os requisitos não são muitos, tal como nos outros serviços concorrentes. A Amazon recomenda uma ligação estável, de fibra ótica, para ver séries e filmes em 4K, que podem ser vistos através do website, na app Prime Video, no telemóvel, no tablet ou em algum modelo de Smart TV que já ofereça compatibilidade (podendo estar três dispositivos a fazê-lo ao mesmo tempo).

A grande diferença é que o Prime Video não está associado a nenhuma companhia de telecomunicações e não precisa de estar associado à Meo TV ou à Vodafone TV.

No download dos conteúdos para ver offline, o Prime Video passa a perna à Netflix, já que o utilizador pode retirar uma série completa com um simples toque, enquanto na Netflix terá de fazê-lo episódio a episódio.

No entanto, no que diz respeito a ver os seus conteúdos em televisores as coisas não correm tão bem. Enquanto que nos smartphones, tablets e computadores tudo funciona às mil maravilhas, na TV o interface ainda não está no seu melhor. Os anos de prática da Netflix oferecem um mercado bem mais maduro nesta área, mas talvez por pouco tempo, porque o investimento que a Amazon tem feito no seu serviço não para de crescer.

Amazon Prime Video: oferta de conteúdos cresceu

O Amazon Prime Video em Portugal começou com um leque de conteúdos bem mais pequeno do que a Netflix, mas aos poucos foi diversificando a sua oferta de filmes e séries.

A produção original da Amazon já começa a ser reconhecida, como acontece com as séries “The Man In The High Castle” ou “The Marvelous Mrs. Maisel“, com nomeações para os Emmys em diversas categorias.

O catálogo do Prime Video conta igualmente com conteúdos produzidos por outras produtoras ou canais televisivos, a maioria disponibilizada nas suas versões originais, legendadas em português (do Brasil), francês, italiano e espanhol e, aos poucos, também numa opção dobrada em português.

Amazon Prime Video em Portugal: preço mais baixo

A maior parte dos serviços de TV em streaming oferece um período de free trial para durante um mês o cliente poder usufruir dos conteúdos gratuitamente. Se no final do período não quiser cancelar, no caso do Amazon Prime Video, poderá continuar a usufruir do serviço pagando 5,99€ por mês, o único pacote que existe em oferta.

O preço inclui o armazenamento gratuito e ilimitado na drive da Amazon. Estes preço já foi bem mais barato, até 2018, quando o serviço sofreu um aumento de 80% sobre o preço de lançamento no mercado nacional. Mas para os clientes da loja online, é possível amortizar facilmente este valor recuperando-o nos descontos feitos nas compras ao longo do ano, no Prime Day ou na Black Friday.

De qualquer forma, é mais barato que a Netflix, que distribui o seu tarifário por três planos mensais: o Base a 7,99€, o Standard a 10,99€ e o Premium a 13€), que se distinguem pelo número de ecrãs que o podem utilizar em simultâneo e pela resolução de imagem desejada. Na versão base e mais em conta, apenas pode usufruir do serviço num ecrã de cada vez e sem HD.

Talvez ainda seja prematuro deixar a Netflix pelo Amazon Prime Video em Portugal, se não for um grande utilizador dos outros serviços da Amazon, mas não custa manter-se atento ao seu catálogo porque cada vez mais a mudança pode vir a compensar.

Veja também:

Assunção Duarte Assunção Duarte

Assunção Duarte é designer e jornalista freelancer e está atualmente a fazer o doutoramento em Medias Digitais na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Com interesses que tocam várias áreas no mundo digital, o destaque vai para as tecnologias multimédia e a sua influência na criação de uma inteligência coletiva e socialmente participativa.