Publicidade:

As 11 melhores apps para aprender inglês

A era digital tem permitido coisas que, até há pouco tempo, eram impensáveis. É possível ter no seu telemóvel apps para aprender inglês de forma gratuita.

As 11 melhores apps para aprender inglês
As melhores aplicações para aprender a língua inglesa

O avanço e constante melhoramento da tecnologia tem permitido verdadeiras revoluções em todas as áreas. Hoje em dia, basta uma ligação à Internet e um dispositivo móvel para tornar concretizáveis uma série de situações que nunca se julgariam possíveis de resolver “ao minuto”. Aprender uma língua não é mais algo que o obrigue a fazer um grande investimento, até porque existem apps para aprender inglês gratuitas que podem dar uma grande ajuda.

É evidente que esse tipo de software não substitui um curso intensivo e especializado de inglês, mas a verdade é que pode revelar-se muito útil e fornecer-lhe uma série de novos conhecimentos de uma forma lúdica, divertida e simplificada. Basta que tenha vontade de saber mais para poder aprender uma nova língua: neste caso, a língua inglesa.

11 apps para aprender inglês que tem de instalar


aprender inglês

1. Hello English

Esta é uma das melhores apps para aprender inglês gratuitas graças à sua enorme diversidade de opções. Em primeiro lugar, a aplicação trabalha com uma base de dados de 22 idiomas para que possa definir a sua língua-mãe e começar a utilizar a plataforma a partir daí.

Hello English abrange uma série de segmentos importantes na aprendizagem do inglês, tais como vocabulário, tradução, gramática, semântica e até mesmo pronúncia e escrita.

2. Duolingo

Ao contrário da aplicação anterior, a Duolingo, para além de ser uma das mais bem cotadas, permite que aprenda inglês mesmo que não tenha qualquer conhecimento da língua (no caso da primeira, são necessários conhecimentos básicos).

É através de jogos que esta app ensina inglês, ajudando-o a aprender e a conjugar tempos verbais, para além de escrever frases de vários géneros. Com esta aplicação tem também a possibilidade de melhorar os conhecimentos que já tem.

3. Lingbe

Uma aplicação que funciona com base nas colaborações de todos os seus utilizadores. Com a Lingbe vai poder praticar o seu speaking, já que pode falar com diferentes utilizadores – que receberão as suas mensagens e o irão corrigir (tudo graças ao microfone embutido em qualquer dispositivo móvel).

Com esta app pode aprender inglês com pessoas que têm essa língua como materna, o que, para além de melhorar a sua pronúncia e fluidez de discurso, permite-lhe contactar com novas culturas.

4. Memrise

À semelhança da plataforma anterior, esta é também uma das melhores apps para aprender inglês, uma vez que funciona sobre uma base colaborativa de utilizadores com diferentes línguas maternas, sendo o inglês uma delas.

Memrise é um projeto possível graças ao crowdfunding, esta aplicação também lhe permite a si criar um curso que queira.

5. Busuu

Esta app é muito semelhante à anterior, já que foi também criada por falantes nativos de diferentes línguas que, através de vários cursos, construíram uma aplicação para ajudar outras pessoas a aprender novas línguas.

Para utilizar a busuu tem de escolher, em primeiro lugar, um nível de dificuldade (coincidente com o seu nível de inglês) antes de começar para, depois, poder interagir com diferentes utilizadores.

6. Knudge.me

Esta aplicação oferece, no fundo, a possibilidade de melhorar o seu inglês quando quiser. Ao ensinar novo vocabulário, frases e expressões, pode aprender e praticar de diferentes formas esta língua.

Por ser uma app baseada em jogos, é igualmente útil para professores, por exemplo, que queiram estimular a prática desta língua de uma maneira mais divertida.

aprender inglês

7. Learn English Daily

A melhor forma de aprender inglês é, na verdade, ouvindo e falando a língua. A Learn English Daily permite que aprenda esta língua ouvindo ingleses nativos que o irão ajudar na compreensão desse idioma. Ao ouvir as diferentes palavras e expressões disponíveis, vai poder melhorar a sua pronúncia diariamente.

8. Beelinguapp

Esta é uma das apps para aprender inglês mais transversais e bastante diferente das restantes, uma vez que funciona sobre a base de aprendizagem diferentes: os audiobooks.

Com a Beelinguapp tem de ouvir histórias em inglês para ir aprendendo a língua, tendo sempre disponível o texto escrito para que possa acompanhar. Pode, por isso, escolher os audiobooks dos temas que mais gostar para, assim, aprender ou melhorar uma língua diferente.

9. HelloTalk

Com a HelloTalk pode, também, estabelecer contacto com falantes nativos da língua inglesa, pelo que pode melhorar a sua pronúncia à medida que conversa com os mesmos. Para além disso, pode também pesquisar e escolher as pessoas com quem quer aprender inglês. Pode, ainda, enviar mensagens de texto e de áudio para essas pessoas, para além de videochamadas – uma vantagem que irá, de facto, ajudá-lo a aprender inglês.

10. Rosetta Stone

Este é um dos métodos de aprendizagem de inglês mais conhecido a nível mundial. Isso acontece porque, ao contrário dos restantes métodos, que utilizam a sua língua mãe para lhe ensinarem uma nova língua, este método ensina-lhe inglês recorrendo apenas a essa língua – sem traduções ou explicações na sua língua materna. Esta aplicação utiliza diferentes imagens e jogos que possibilitam uma aprendizagem simplificada.

11. Grammar Up

Esta app oferece vários testes de escolha múltipla que o vão ajudar a aprender inglês da melhor forma possível, uma vez que promete ensinar gramática e vocabulário.

Para além disso, a Grammar Up apresenta-se também dividida por tópicos como “adjetivos”, “advérbios”, conjunções”, “verbos”… Parece um pouco complicado, até. Mas não poderíamos deixar de fazer referência a uma app com vários prémios e reconhecimentos oficiais, que é também uma das favoritas dos trabalhadores da Apple. Infelizmente, não é grátis, mas o investimento pode valer a pena.

Veja também:

Luísa Santos Luísa Santos

Licenciada em Ciências da Comunicação - Jornalismo, Mestre em Multimédia, cantora sem diploma nas horas livres. Trabalha atualmente em Marketing e Comunicação, é viciada em redes sociais e fervorosa adepta do desenrasque.