Publicidade:

10 bebidas russas para acompanhar este Mundial de Futebol

Kvas, Kefir, Yessentuki são bebidas russas e – pasme-se!, nenhuma é alcoólica. Fique a conhecer estas e outras, pois há mais na Rússia, para além de vodka.

10 bebidas russas para acompanhar este Mundial de Futebol
Kvas, Kefir, Yessentuki dizem-lhe alguma coisa?

Todos conhecem o anfitrião deste Mundial 2018 pela sua bebida mais emblemática – o vodka – e também pelas simpáticas matrioskas, mas há mais na Rússia para além de tudo isto. Hoje, damos-lhe a conhecer 10 bebidas russas e, surpresa ou não, nenhuma delas contém álcool. Por isso, se vai à Rússia assistir aos jogos do Mundial, não deixe de as provar a todas e, como não são alcoólicas, pode deixar os mais pequenos experimentar.

10 bebidas russas para brindar aos anfitriões do Mundial 2018


BebidasFonte: Pexels/ahmad syahrir

Kvas (Квас)

Kvas é uma bebida fresca, semelhante à cerveja, mas sem álcool. É fácil de encontrar em lojas especializadas ou, mesmo, em cervejarias. É vendido em garrafa ou barril. Combina com qualquer tipo de comida, desde pratos de peixe e carne, a saladas ou snacks salgados. Portanto, combina perfeitamente com qualquer petisco que acompanhe um jogo do Mundial.

Kefir (Кефир)

O Kefir é uma bebida também comum na Ucrânia ou Bielorrúsia. É feita à base de leite azedo e é muito saudável e saborosa. Funciona como uma espécie de desintoxicação, por isso algumas pessoas reservam um dia por mês ao Kefir e apenas consomem esta bebida, durante todo o dia. Ela ajuda a perder peso e a regularizar o bom funcionamento do organismo.

Yessentuki (Ессентуки)

Este e o nome da água mineral russa. Muito rica em minerais, ela tem um sabor bem forte e salgado. Além de “matar a sede”, é muito benéfica para quem sofre de problemas no estômago ou fígado.

Baikal (Байкал)

Baikal é a designação dada a um refrigerante russo, feito à base de ervas. O nome advém do lago Baikal, o maior lago do mundo situado na Sibéria. Esta bebida existe desde os tempos soviéticos e, agora, voltou a estar na moda.

Mors (Морс)

Mors é um sumo feito com frutas do Norte, como o mirtilo e rico em vitaminas. É vendido em garrafas ou pode ser bebido num restaurante ou numa “bliny”. Ótimo para beber, enquanto assiste a uma partida do Mundial ao ar livre, debaixo de um sol bem quente.

Tarkhun (Тархун)

Tarkhun é um refrigerante russo-georgiano. Contém extrato de estragão, erva que lhe dá um aroma muito próprio. Esta bebida foi inventada no século XIX pelo georgiano Mitrofan Lagidze e tornou-se muito popular nos tempos da União Soviética.

Riazhenka (Ряженка)

Riazhenka é uma bebida feita a partir de um leite que na Rússia se designa como toplionoie moloko. Tem uma textura grossa e uma tonalidade bege. O seu sabor é único e vale mesmo a pena prová-la.

Tajozhni dar (Таёжный дар)

Tajozhni dar é um refrigerante que também ainda é uma novidade para os russos. É feito com o sumo das frutas da Taiga, uma floresta boreal ou de coníferas, situada no hemisfério norte do planeta.

Toplionoie moloko (Топлёное молоко)

Toplionoie moloko é um tipo de leite que se distingue dos outros tipos de leite por ter sido levado a altas temperaturas, o que o fez ganhar um sabor e cor diferentes. Este leite de tom bege é muito nutritivo e super saboroso.

Sumo de bétula (Берёзовый сок)

O sumo de bétula é delicioso, mas para se certificar que está a provar o verdadeiro sumo de bétula, apenas o poderá fazer na primavera. Além disso, nunca o compre engarrafado ou em jarra. Procure em feiras, pois esse é o mais tradicional. Trata-se de uma bebida algo doce, mas muito refrescante. Ele provém do interior das próprias árvores e só algumas pessoas sabem como retirá-lo, sem matar a bétula.

Todos associamos a Rússia a bebidas alcoólicas, mas a sua oferta é muita mais vasta e a prova ficou aqui, com a apresentação destas 10 bebidas russas. Se pensava que o país anfitrião do Mundial tinha apenas bebidas para os amantes da noite, desengane-se. Há bebidas russas para todos os gostos e ocasiões e que até pode partilhar com as suas crianças.

Veja também: